Fazendo as malas

Mangabeira Unger pediu a Lula – e conseguiu – um prazo de 20 dias para tomar posse, que deve ocorrer lá pelo dia 11 de maio. O professor está nos Estados Unidos, finalizando o seu curso na Universidade, fazendo os trâmites para obter a licença para vir para o Brasil e resolvendo questões particulares.
O futuro secretário – com status de ministro – de Ações de Longo Prazo faz absoluta questão de deixar bem claro que não haverá a menor possibilidade de se exercer censura ou tolher o debate e a discussão em órgãos como o Ipea. O que não quer dizer que Mangabeira não vai implantar suas diretrizes.

Raio X
Os moradores do Rio de Janeiro se lembram bem das fotos do governador Sérgio Cabral, poucos dias após a posse, com semblante preocupado em frente a aparelhos encaixotados nos hospitais estaduais. Lembram-se também da promessa de resolver tudo em poucos dias. Pois no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande (Zona Oeste da capital), dois aparelhos de raio X estão quebrados e um terceiro continua na caixa, e, segundo o Sindsprev, sindicato dos trabalhadores em saúde e previdência do estado, não é montado por falta de recursos.

Retaliação?
Em denúncia no seu Ex-blog, o prefeito do Rio, Cesar Maia, acusa o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, de ter impedido a concretização de um convênio de US$ 100 milhões entre a Prefeitura do Rio e o Bird, para ampliação da rede de pré-escolas municipais. Segundo a denúncia, seria uma retaliação ao Rio em função das denúncias (“aliás, comprovadas”) que o blog do prefeito do Rio fazia a Palocci.
Continua o Ex-blog: “Parece que o veto de Palocci continua. Recentemente, o Bird voltou a formalizar em ofício a prioridade máxima que dá a esse programa”, mas a herança do ex-ministro impede que vá à frente.
Aproveitando o programa de educação badalado pelo presidente Lula, Cesar Maia pergunta: “Afinal: é retaliação política herdada de Palocci ou é desprezo pela Educação Infantil? Se for o primeiro caso, é triste; se for o segundo, é grave”.

Guerrilha educativa
Nos próximos três anos, 900 escolas particulares fecharão suas portas – consequência da crise que depaupera a classe média nos últimos dez anos. A saída, para o consultor Paulo César Vargas, é lançar mão de um verdadeiro marketing de guerrilha. Ele defenderá essa idéia durante o Congresso Internacional de Educação Educador/Feira Educar 2007, que acontece entre os dias 3 e 5 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo, com o tema “Novos caminhos para um velho desafio: transformar a educação”.

Janela
No Dia do Trabalho, a Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac) realizará uma passeata, às 12h, da Candelária à Cinelândia (RJ), contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC – 54/99), em tramitação no Congresso Nacional, que propõe a efetivação dos terceirizados no serviço público.

Reeleição
A 8ª Assembléia Geral Ordinária da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), realizada na manhã desta quinta-feira, reconduziu Antônio Carlos Fraga Machado à presidência da entidade, para um mandato até abril de 2011. A entidade substituiu, na prática, o antigo Mercado Atacadista de Energia Elétrica (MAE).

Lançamentos
A Editora Nova Razão Cultural realiza dois lançamentos no começo de maio. No dia 2 será A Barca Branca, de Marialzira Perestrello, primeira psicanalista mulher do Rio de Janeiro. No dia 9 será a vez de Luz do Leste – contos de Cabalá, de Marylena Salazar. Os dois lançamentos acontecem na Livraria Da Conde no Leblon.

Jurisprudência
A decisão do Congresso Nacional de considerar que, ao serem eleitos, parlamentares acusados de envolvimento em atos ilegais estão automaticamente absolvidos, ainda que tenham sido investigados e condenados pelo Parlamento, não é inédita. Em passado não tão remoto tinha até slogan, digamos, desenvolvimentista: “Rouba mas faz”.

Artigo anteriorMerrequinha
Próximo artigoLá&cá
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Volatilidade permanece com juros externos

Hoje é dia de encerramento em queda nos principais mercados da Ásia, Europa operando no campo negativo.

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.