Fed segue com juro zero e incerteza sobre ativos

Analista acha que redução na compra de ativos ocorrerá ainda este ano.

Os mercados financeiros tiveram alívio nesta quarta-feira, após anúncio de um acordo de curto prazo da incorporadora chinesa Evergrande, mesmo com o Federal Reserve (Fed) dos EUA indicando que pode começar a reduzir as compras de ativos em breve.

As Bolsas norte-americanas fecharam com altas em torno de 1%. A Bolsa brasileira teve alta pelo segundo dia consecutivo. O Ibovespa subiu 1,84%.

O banco central dos EUA manteve sua taxa de juros de referência no nível próximo a zero. Por outro lado, sinalizou que pode começar a diminuir as compras de ativos em breve, apesar de a variante Delta aumentar a incerteza econômica.

O Fed se comprometeu a continuar seu programa de compra de ativos pelo menos no ritmo atual de US$ 120 bilhões por mês até que “progresso substancial” tenha sido feito no emprego e na inflação. “Se o progresso continuar conforme o esperado, o Comitê avalia que uma moderação no ritmo de compra de ativos pode se justificar em breve”, disse o Federal Open Market Committee (Fomc).

“A nova divulgação sugere que o Fed espera anunciar a redução em uma das duas reuniões restantes este ano, a menos que algo drástico atrapalhe”, disse Chris Low, economista-chefe da FHN Financial, segundo a agência de notícias Xinhua.

Em uma conferência de imprensa virtual à tarde, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que os setores mais afetados pela pandemia melhoraram nos últimos meses, mas o aumento dos casos de Covid-19 retardou a recuperação.

Leia também:

Queda das ações da Evergrande atinge bolsas pelo mundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores monitoram Campos Neto

Mercados externos negociam, em sua maioria, no positivo; na Europa é aguardada a decisão de política monetária do BCE.

Semana começa com estresse pós-traumático

Na sexta, mercados domésticos ficaram por conta da sensação de desmanche da equipe econômica de Paulo Guedes.

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...

Últimas Notícias

Investidores monitoram Campos Neto

Mercados externos negociam, em sua maioria, no positivo; na Europa é aguardada a decisão de política monetária do BCE.

Semana começa com estresse pós-traumático

Na sexta, mercados domésticos ficaram por conta da sensação de desmanche da equipe econômica de Paulo Guedes.

Reforma da Previdência desestimulou contribuição

Por Isabela Brisola.

Guedes fica mesmo avaliado com nota baixa

Apesar de abrir a possibilidade de aumentar a crise econômica e do desrespeito ao teto de gastos ou outras regras fiscais para bancar medidas...

Ex-ministro de Temer substituirá Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento da pasta. A nomeação foi confirmada nesta sexta-feira...