Fed segue com retórica de inflação transitória

'Bens continuam acelerando ainda pelo descasamento de oferta e demanda da reabertura da economia', diz analista

O CPI de maio veio mais forte que o esperado tanto no índice cheio (0,6% contra 0,4% esperado) quanto na leitura subjacente (0,7% contra 0,5% esperado). O índice vem alto e acima das expectativas por mais um mês.

Alimentos subiram 0,4% pelo segundo mês consecutivo e energia teve variação nula (ainda que tenha dispersão em sua composição). O avanço de 0,7% do núcleo se deve principalmente a parte de bens, que registrou 1,8% (contra 2% do mês anterior), já a parte de serviços registrou avanço de 0,4% (contra 0,5% de abril).

Por dentro de bens, carros usados continua uma escalada de preços com alta de 7,3% no mês, alcançando 29,7% YoY. Vestuário avançou 0,9 pp em relação ao mês anterior para 1,2% e veículos novos subiu 1,1 pp para 1,6%. A inflação de bens médicos foi de 0%.

Já em serviços, destaque para o avanço de 1,5% em transportes, o terceiro mês seguido com pelo menos 1,5% de alta, e, em especial, crescimento de 7% em passagens aéreas. Serviços de saúde recuaram 0,1%, já serviços de abrigos recuou para 0,3%.

O índice veio, de fato, mais forte que o esperado, porém sua composição merece destaque. Bens continuam acelerando ainda pelo descasamento de oferta e demanda da reabertura da economia, enquanto a alta de serviços se deve principalmente a transportes. Avaliamos que o Fed continuará com a retórica de inflação transitória a espera de dados mais fortes e contínuos sobre inflação e mercado de trabalho. Contudo, vemos chance de uma revisão altista do SEP da semana que vem.

.

Felipe Sichel

Estrategista-chefe do Banco Digital Modalmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Coronel fiscal de eleições dissemina informações falsas

TSE deixa aberta a possibilidade do a pasta indicar outro nome

Arábia Saudita cria fundo para pequenos negócios do turismo

Programa vai apoiar duas mil pequenas empresas turísticas de pequeno porte no país com US$ 133 milhões.

Tesouro pagou em julho R$ 400,56 mi em dívidas de estados

Este ano, já são R$ 5,02 bilhões de dívidas honradas pela União.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior