Feijão com arroz

O prefeito do Rio, Cesar Maia, em seu Ex-Blog, ainda no sábado antes das eleições, analisava que a campanha acabou trazendo de volta “as promessas da esquerda antiga, e com isso criou para Lula um quadro de encilhamento. De um lado o vetor dos partidos amigos (PT presidencial, grande parte do PMDB,PSB, PL, PP, PTB…). Do outro a bancada da esquerda, somando parte do PT a outros. E por fim o vetor da oposição (PFL, PSDB, parte do PMDB…). Puxa para cá, puxa para lá, o vetor resultante é zero, um ponto. Esta será a legislatura que se inicia em fevereiro: um, dois, feijão com arroz e nada mais.”

Da Patagônia a Nova Deli
A realização de rodadas de negociação entre os países do Mercosul e a Índia ganhará força. A Guedes & Pinheiro Consultoria Internacional revela que circular da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União, mostra que o governo brasileiro quer o aprofundamento do Acordo de Preferências Tarifárias Fixas, firmado em 2004. As discussões visam à redução de tarifas de importação de bens comercializados entre os dois lados para 50%. Para atender aos sócios menores do Mercosul, tradicionalmente insatisfeitos com o próprio bloco, a Índia deverá conceder reduções tarifárias na agropecuária (carnes, soja, trigo, couro e lácteos) apenas para o Paraguai e o Uruguai. Argentina e Brasil seriam beneficiados com as preferências para todo o complexo automotivo. O Mercosul, por sua vez, abriria mais o seu mercado para a sardinha, o trigo e os sucos fabricados na Índia.

Raça nos tribunais
O sociólogo Emir Sader foi condenado por injúria em primeira instância a um ano de prisão, além da perda da cátedra de professor da Uerj, no processo movido pelo presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (PFL-SC), que se considerou ofendido por artigo de Sader, na revista eletrônica Carta Maior. O sociólogo chamou Bornhausen de “racista”, em resposta a artigo em que o pefelista se referira ao PT como uma “raça que deve ficar extinta por 30 anos”.
Na sentença, da qual cabe recurso, o juiz Rodrigo César Muller Valente, da 11ª Vara Criminal de São Paulo, converteu a pena de reclusão à prestação de serviços comunitários, mas acrescentou que, por ter assinado o artigo como professor de uma universidade federal, violara “dever com a administração pública”, determinando a perda do cargo.

Inversão de valores
Em solidariedade a Sader, um grupo de intelectuais, encabeçado pelo crítico Antônio Candido, lançou abaixo-assinado criticando a sentença, considerada pelos signatários “uma total inversão de valores.” Para amplificar o apoio ao sociólogo, os signatários deveriam começar por obter apoios no próprio PT, ao qual Sader é filiado. Em janeiro deste ano, ao rebater as críticas de Sader e anunciar a decisão de processar seu desafeto, Bornhausen recolheu, em apartes a seu discurso no Senado, manifestações de solidariedade e apreço de seus pares petistas, como Jorge Viana e Paulo Paim.

Nuclear
As oportunidades da inserção da energia nuclear no sistema elétrico nacional serão analisadas pelo assistente da Presidência da Eletronuclear Leonam dos Santos Guimarães, no XVIII Ciclo de Estudos de Política e Estratégia da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg ), em Juiz de Fora (MG), no próximo dia 6.

Premiados
A Associação de Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB-RJ) anunciou os vencedores do Prêmio Personalidade ADVB 2006: na categoria Federal, o senador Renan Calheiros; na Estadual, o senador Sérgio Cabral Filho, governador eleito do Rio; o Publicitário do Ano é Roberto Medina, presidente da Artplan; a Personalidade Empresarial é Ariovaldo Rocha, presidente do Sinaval; a Liderança Empresarial é Paulo Skaf, presidente da Fiesp; e na Categoria Empresarial de Seguros a personalidade é Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente da Bradesco Seguros. A cerimônia da entrega do prêmio acontecerá no dia 7 de dezembro, às 19h30, no Scala (Rio de Janeiro), junto com a entrega do prêmio Top de Marketing ADVB 2006.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO substituto da Heloísa
Próximo artigoPirueta

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...