Feliz aniversário

Sem desprezar as conseqüências provocadas pela maneira incruenta como se forjou nosso país, esta coluna não deixa, no entanto, de saudar o aniversário do Brasil. Não se trata, obviamente, de bajular o colonizador nem sequer de comemorar a dependência ainda reinante nem as injustiças sociais. Trata-se de resgatar um Brasil, que, sem fugir das circunstâncias históricas, foi forjado por um encontro, tenso e nem sempre fraterno, de etnias, povos e culturas diferentes.
O reconhecimento de que o resultado atual é profundamente injusto e aquém do merecido para a grande maioria dos brasileira não nos leva a renegar nossa nação. Ao contrário, é o justo orgulho de sermos brasileiros que cataliza a indignação mobilizadora que nos permite sonhar com um país mais justo, soberano e democrático. Para isso, antes de tudo, é preciso resgatarmos o passado, construirmos o presente e não deixarmos o futuro nas mãos dos que, por se envergonharem de serem brasileiros, nos querem fazer compartilhar do seu opróbio. É catilinária inútil. O Brasil continua esperançoso e insubmisso a qualquer projeto que o apequene e sonhe impedi-lo de retomar seu rumo.

Colonizados
O deputado federal Vivaldo Barbosa (PDT-RJ) tem uma tese irônica sobre a aliança entre o PFL e o PSDB. Afirma ele que o PFL piorou depois da parceria com o tucanato. E explica: os pefelistas representam a ala conservadora e atrasada da elite brasileira. Já o tucanato também se mostra conservador e atrasado, porém só tem olhos para os interesses dos financistas internacionais.

Anti-Brasil
Nada mais revelador do legado que a atual plutocracia deixa às próximas gerações que, nas comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil, o presidente FH tenha de antecipar sua ida à Bahia para fugir de protestos, mobilizar mais de 5 mil policiais para impedir manifestações contra seu governo e determinar a proibição do acesso do povo à festa.

Carona
Em vez de sair do – gordo – lucro das empresas, a eventual aprovação do projeto 1.286/99, que garante aos estudantes de 1º e 2º grau de escolas particulares e públicas (estes mesmo quando não uniformizados), universidades e  Senai, Senac o direito de pagar meia passagem nos ônibus municipais pode custar cerca de R$ 144 milhões em subsídios ao ano à Prefeitura do Rio. Para evitar mais esta transferência do espeto ao contribuinte, a vereadora Rosa Fernandes (PFL) apresentou emenda ao projeto, de autoria dos vereadores Fernando Gusmão (PcdoB) e Edson dos Santos (PT), derrubando o subsídio que a Prefeitura destinaria aos aparentemente intocáveis empresários do setor de transportes.

Se houver tempo
De 24 a 25 de outubro,  Montreal será a sede da segunda reunião do G-20, grupo formado pelos maiores países industrializados, incluindo nações conhecidas como emergentes – como o Brasil. Os ministros da Fazenda e os presidentes dos bancos centrais se reunirão para avaliar a situação econômica mundial e discutir  as medidas a serem tomadas para reduzir a vulnerabilidade dos países às crises financeiras.  A primeira reunião do G-20 ocorreu em Berlim, em setembro de 1999, quando o ministro da Fazenda do Canadá, Paul Martin, foi eleito presidente com um mandato de dois anos.

Desmonte
O presidente da Petrobras, Henri Reichstul, passou a quinta-feira reunido com a diretoria da empresa para tentar “segurar a onda” de fuga de seus executivos. Os baixos salários estão empurrando a “memória de negócios” da empresa para os concorrentes. Nesta semana, dois foram para a Rio Polímeros, gestora do Pólo Gás-Químico, cujo superintendente é o ex-diretor Roberto Villa. Outro risco de perda é do presidente da Gaspetro, Djalma Rodrigues de Souza. Ele ainda não revelou de quem partiu a proposta de compra do seu “passe”. Sabe-se que a insatisfação dos diretores é contra salários abaixo de R$ 10 mil mensais. A debandada deixa em maus lençóis os adoradores da tese de que a Petrobras não passa de “um cabide de emprego para marajás”.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMénage
Próximo artigoET

Artigos Relacionados

Commodities voltam a subir e ameaçam inflação

Brasil dependerá, mais que nunca, do comportamento do real frente ao dólar.

Rio manda R$ 2,4 tri para União e só recebe R$ 171 milhões

Estado é um dos mais prejudicados da Federação.

Não, a Petrobras não quebrou

Na época em que os preços dos combustíveis não eram descontrolados, caixa da estatal era superior ao atual.

Últimas Notícias

Valor da internet em Portugal está mais barato

Dados recentes do Eurostat, Serviço de Estatística da União Europeia, referentes a dezembro de 2021, mostra que Portugal lidera na descida de preços dos...

Modal finaliza aquisição da integralidade do banco digital LiveOn

O Modal, banco de investimento, fechou a aquisição de 100% da infratech LiveOn, operação divulgada em outubro de 2021, e só agora aprovada pelo...

Fitch afirma IDRs BB’ e rating nacional ‘AAA do Itaú Unibanco

A Fitch Ratings afirmou nesta segunda-feira os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e...

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Subida de juros assusta investidores

A segunda-feira (24) foi marcada como um dia de aversão a risco com fortes quedas nas bolsas internacionais, observou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial...