Feriado de finados bem vivo: 219 mil passarão pela rodoviária no Rio

66
Rodoviária do Rio (Foto: ABr/arquivo)
Rodoviária do Rio (Foto: ABr/arquivo)

Nesta quarta-feira, cerca de 41 mil passageiros devem embarcar ou desembarcar pela segunda maior rodoviária da América Latina em movimentação de passageiros. A Rodoviária do Rio deverá movimentar 219.430 passageiros de 1 a 6 de novembro.

De acordo com viações, serão 7.095 ônibus, sendo 1.151 extras, para atender a demanda. Esta quarta-feira será um dos dias com o maior número de pessoas saindo do Rio para viajar de ônibus para as regiões mais procuradas (serão 22.169 pessoas embarcando).

As regiões mais procuradas são os destinos de curta distância como regiões da Costa do Sol, Serra, Costa Verde, Vale do Café e interior do Estado do Rio, além de cidades como Minas Gerais e São Paulo. De 1 a 5/11, as viações que operam as linhas RJ – Foz do Iguaçu – RJ registram um aumento na demanda e disponibilizarão ônibus extras em função da procura por passagens pelos argentinos para o final da Libertadores, no Maracanã.

Campanha sócio ambiental

A partir desta quarta-feira, a rodoviária, em apoio à Socicam, anuncia o início das campanhas #nãoémito, do Instituto Entre Rodas, e Tampinhas que Curam. A ação ocorre simultaneamente em outras oito rodoviárias no país como as de São Paulo (Tietê, Barra Funda, Jabaquara, Ribeirão Preto, Jundiaí e Campinas), de Brasília (DF) e Campo Grande (MS). Os locais funcionarão como pontos de coleta de lacres de latinhas de alumínio e tampinhas plásticas de garrafas de bebidas, alimentos, produtos de higiene, limpeza ou remédios.

Espaço Publicitáriocnseg

As doações recebidas são enviadas às entidades responsáveis pelos projetos, que comercializam os itens junto às empresas de reciclagem. O valor obtido será revertido na compra de cadeira de rodas para pessoas com deficiência e no tratamento de crianças com câncer. Coletores estão instalados próximos à praças de alimentação dos terminais para que os passageiros e turistas participem. 

De acordo com dados do Instituto Entre Rodas, 800kg de lacres, que equivalem a 3 milhões de unidades, valem uma cadeira de rodas. Os equipamentos são fabricados sob medida, com alumínio aeronáutico, e na cor que a criança escolher. O projeto atende crianças e adolescentes entre cinco a 14 anos incompletos, matriculadas no ensino regular. Já o projeto Tampinhas que Curam utiliza o valor arrecadado com a venda das tampinhas para o atendimento a famílias com crianças que lutam contra o câncer, atendendo as necessidades básicas de transporte, alimentação e remédios.

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui