FH e seu lugar

     
          Equilibrando-se entre o patético e o cômico, a mídia tucana aproveita a passagem dos 80 anos do ex-presidente FH para tentar tirá-lo seu merecido ostracismo. Diante dessa dura empreitada, vale até buscar transformar o octogenário sociólogo num transgressor de hábitos e costumes sociais, como vinculá-lo à discriminalização da maconha, e plantar notas em colunas sobre efemérides proporcionais ao prestígio do tucano, como um telefonema para desejar pronto restabelecimento a Isabelita dos Patins. Sensibilizada, ainda que apenas parcialmente, como esse movimento, esta coluna dá sua modesta contribuição: que tal levar FH ao Superpop, da Luciana Gimenez?
.
Multis brasileiras…
Os investimentos de empresas brasileiras no exterior podem chegar a US$ 16 bilhões este ano, segundo estimativa do Banco Central, o que representaria alta de 40% em relação a 2010. Hoje, são cerca de 900 empresas do país com subsidiárias no exterior.
Levantamento do professor da Universidade de São Paulo (USP) Afonso Fleury, que analisou o processo de internacionalização de 95 empresas de diferentes setores, mostra que 46% das filiais no exterior estão na América Latina.
.
… vão ao paraíso
A maior parte dos investimentos das multinacionais verde-amarelas, porém, destina-se a paraísos fiscais, com as Ilhas Cayman na cabeça. Os Estados Unidos aparecem em segundo lugar.
.
Currículo
Fluência em idiomas, pós-graduação e experiência na área, antes fundamentais em qualquer candidato, já não são mais requisitos para diversas empresas na hora de contratar um profissional. Tudo isso em razão da escassez localizada de mão-de-obra, de acordo com a Human Brasil. A empresa de recrutamento garante que em mais de 60% dos casos as organizações têm diminuído suas exigências nos processos seletivos. Segundo a consultoria, há carência de técnicos, engenheiros e profissionais de nível operacional, como gerentes de projetos.
.
Mutilados de guerra
De cada dez motociclistas internados por causa de acidentes de trânsito, oito (82,4%) não conseguem voltar ao trabalho após seis meses de tratamento. O estudo feito pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) revelou que quase metade dos acidentados (47%) teve sequelas permanentes, incluindo 14,7% que ficaram inválidos. Além do problema social, há o econômico. Somente o tratamento dos pacientes acompanhados pela pesquisa custou R$ 3 milhões.
Segundo balanço da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET-SP), 478 motociclistas morreram no trânsito paulistano em 2010. Estima-se que, para cada morte registrada, há quatro condutores com ferimentos graves.
.
Epidemia
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, já reconheceu que o país vive uma epidemia de acidentes envolvendo motociclistas. É hora de parar de medidas cosméticas e criar regras rígidas, no Código de Trânsito, para restringir os abusos cometidos por “motoqueiros” e levar à convivência pacífica entre motoristas de carros e de motos. Talvez por influência da indústria de motocicletas, as regras de trânsito ficaram meio “nebulosas”, não impedindo abusos como, por exemplo, andar entre os automóveis com os veículos em movimento. Quantas vítimas mais serão necessárias?
.
Incompatibilidade de gigantes?
Pode ser que se trate de relatos isolados, mas internautas que, nas últimas semanas, tentaram acessar suas mensagens pelo Hotmail, navegando pelo Chrome, navegador, do Google, reclamam da lentidão do sistema. No entanto, quando trocam para o Internet Explorer, da Microsoft, o acesso é feito sem qualquer restrição.
.
Sincronia
Para o dossiê do nebuloso caso envolvendo o ex-poderoso do FMI Dominique Strauss-Kahn, registre-se que a libertação de DSK pela ciosa Justiça de Nova Iorque ocorreu exatamente dois dias depois – nem mais nem menos – de Christine Lagarde ser eleita para sucedê-lo.      
     

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLatifúndio petista
Próximo artigoMaquiagem elétrica

Artigos Relacionados

Plano B dos bilionários dos EUA

Fuga dos impostos, de Trump e dos bloqueios levam a dupla cidadania.

É a inflação, estúpido

Preços não dão trégua a Bolsonaro em ano de eleição.

Brasil: 3% da população, 6% dos desempregados do mundo

Pode colocar na conta de Bolsonaro–Guedes.

Últimas Notícias

Mães: tentativas de fraudes caíram 4% de 2021 para 2022

Apesar da queda no volume, valor de fraudes evitadas foi 9,3% superior no período; já sexta-feira, 13 teve aumento de 120% no último ano.

Indústria deve qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025

Segundo a CNI, '79% da necessidade de formação nos próximos quatro anos serão em aperfeiçoamento.'

Gastos com delivery subiram 24% em 2021 ante 2020

Cada brasileiro gastou, em média, R$ 16,21 por refeição fora do lar.

Exportação de sucata ferrosa cresceu 43% em abril

Preços se acomodaram; após pressão forte no mercado em função da guerra e da China, tendência é de normalização no Brasil.

Correspondentes bancários são punidos por irregularidade em consignado

Sidney: 'assédio comercial leva ao superendividamento do consumidor; isso não interessa a ninguém, nem ao consumidor nem aos bancos'.