Fiat lança furgão Scudo com motor turbodiesel ou elétrico

Veículo para a última fase de entrega de produtos.

A Fiat amplia sua gama de veículos comerciais com o lançamento do novo Scudo, modelo intermediário entre Fiorino e Ducato, com opções de motor turbodiesel ou elétrico.

A semelhança com os “primos” Peugeot Expert e Citroën Jumpy não é mera coincidência. O Scudo é fabricado junto com os outros dois furgões no Uruguai, com poucas diferenças no design. As três marcas fazem parte do grupo Stellantis, e a Fiat quer aproveitar a capilaridade de sua rede para expandir os negócios.

O Scudo é equipado com o mesmo motor turbodiesel do Expert e Jumpy: 1.5 de 120cv acoplado à transmissão manual de seis marchas. De acordo com a Fiat, o furgão faz 12,4km/l na cidade, uma boa média. Conforme a utilização, pode chegar a 800km de autonomia.

Para o transporte, o Scudo oferece 6.100 litros de volume útil, carrega até 1.500kg de carga e pode ser dirigido por motoristas com habilitação de categoria B.

A versão elétrica tem o sugestivo nome de e-Scudo e é importada da França. Seu motor rende 136cv e o alcance pode chegar a 330km. Na cidade, faz média de 240km. Com baterias de 75kWh, a recarga rápida pode ser feita em menos de 50 minutos. A capacidade de carga, contudo, cai para 1.000kg.

 

Versões e manutenção

Nas versões turbodiesel, o Scudo custa R$ 187.490 (Cargo) e R$ 192.490 (Multi), que se diferencia pela área envidraçada nas laterais e traseira. Os planos de revisões, garante a montadora, são os mais acessíveis do segmento, com as três primeiras custando 15% a menos em relação à concorrência. Já o e-Scudo sai a R$ 329.990.

Em outubro, a Fiat informa que as concessionárias poderão oferecer a configuração Multi transformada para passageiros (não de fábrica, mas por meio de parceiros) em opções 7+1 (com espaço de bagagem de 850 litros) e 10+1. Os preços não foram definidos.

Tanto Scudo, quanto Expert e Jumpy miram clientes que usam esse tipo de veículo para o last mile, a última fase de entrega de produtos. A Fiat estima que o delivery deve crescer mais 10% este ano, depois de dar um salto de 74% no auge da pandemia (2020) e 27% em 2021.

Peugeot 2008 (foto divulgação Stellantis)

Peugeot cria nova versão para 2008

A Peugeot revitaliza a linha 2023 do 2008, que anda meio esquecido no mercado. Considerado como SUV, teve pouco mais de 7.700 unidades emplacadas em 2021, ou 1,16% do segmento.

O 2008, que mais se encaixa no extinto segmento de station wagons com uma pegada mais esportiva, recebeu pequenas mudanças estéticas e duas novas versões.

No visual, a principal novidade é a reestilização da tampa do porta-malas, que recebeu uma faixa pintada de preto integrando as lanternas.

O teto bicolor agrega o novo pacote de série que ainda traz piloto automático, faróis com DLR em LED e multimídia com Apple Car Play e Android Auto.

A nova versão Style (R$ 106.990 com motor aspirado e R$ 119.990 turbo) chega para se somar às demais duas, que começa em R$ 99.990 com a Allure e vai a R$ 124.990 na Griffe.

A Style se destaca pelas rodas de 16” pintadas em preto, faróis com máscara negra e LED nas lanternas. No interior, bancos parcialmente revestidos de couro e ar digital.

Os motores são os mesmos. As versões Allure e a primeira Style vêm equipadas com motor 1.6 de 120cv, enquanto a outra Style e Griffe trazem o turbo 1.6 de 173cv, todos com câmbio automático de 6 velocidades. Por fora, o 2008 ganhou a opção de pintura cinza Artense.

Lexus ES300h (foto divulgação Lexus)

Sedã da Lexus recebe novidades na linha 2022

Ainda como linha 2022, a Lexus inicia as vendas no Brasil do sedã híbrido ES 300h. Grade frontal redesenhada com acabamento cromado, novo sistema de infotainment com tela LCD de 12,3” e a adição do sistema de saída de faixa são as novidades.

Sob o capô, o sedã mantém o motor a gasolina 2.5, que combinado ao elétrico gera 211cv de potência. A transmissão é a CVT Hybrid Transaxle e a tração, integral.

Entre os mimos, o banco do motorista conta com 10 ajustes elétricos. Para a segurança, são 10 airbags e um pacote completo de assistências, incluindo sistema de saída de faixa, controle de cruzeiro adaptativo (ACC) e farol alto automático, entre outros.

O Lexus ES 300h está à venda por R$ 349.990.

Yamaha FAZER FZ25 THOR (foto divulgação)

Thor inspira série especial da Yamaha Fazer

A Yamaha lança no Brasil uma edição especial da Fazer 250 alusiva à franquia Thor, da Marvel, cujo novo filme estreia em julho.

A FZ25 Thor tem como diferenciais a pintura em vermelho, combinando com partes em azul e amarelo e grafismos exclusivos inspirados na armadura do Deus do Trovão.

Este é o sexto modelo da Collab entre a Yamaha Motor do Brasil e a Marvel na parceria de quase 4 anos. Antes foram a Lander Capitão America e as FZ 250 do Pantera Negra e da Capitã Marvel, lançadas simultaneamente em 2020. Depois, em 2021, foi a vez da MT-03 Homem de Ferro e NMax 160 Homem Aranha, todas esgotadas em pouco tempo.

Limitada a 1.000 unidades, a edição especial custa R$ 21.999 + frete.

 

Observação: os preços informados nas reportagens são baseados em Brasília e podem variar conforme o ICMS de cada estado.

Lucia Camargo Nunes
Economista e jornalista especializada no setor automotivo. [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ainda é a economia

Redução dos preços coloca algum combustível na campanha de Bolsonaro.

Decisão do TST põe em xeque diversas terceirizações

Por Leonardo Jubilut.

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior