Fintechs e insurtechs mudarão o comportamento do mercado

Levantamento da Neurotech revela maior preocupação das empresas com dados diante do sistema financeiro aberto e do seu impacto no mercado de crédito e de seguros. O tema pautará o Neurotrends, no dia 01 de dezembro. A necessidade de digitalizar e modernizar processos frente à crise sanitária do coronavírus fez as empresas acelerarem a transformação digital em 2021.
A adoção de novos recursos tecnológicos para mudar modelos de negócios e reduzir riscos as tornou mais propensas a investir no próximo ano. É o que mostra a pesquisa Tendências de Tecnologia, realizada ao final de outubro pela Neurotech, empresa especialista na criação de soluções avançadas de Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data.
A adoção de novos scores de crédito é a prioridade entre as tendências para 55,6% das instituições pesquisadas. Ainda se destacam como objetivos de investimentos a serem intensificados no próximo ano, o compartilhamento de dados e o combate às fraudes financeiras, ambos com 51,9%. Os entrevistados também acrescentam na resposta de múltipla escolha, a propensão a usar fontes alternativas de consulta para tomada de decisões, diante do avanço do Open Finance. É uma questão indicada por 44,44%.
De acordo com Breno Costa, diretor da Neurotech, os gestores estão preocupados em acompanhar as mudanças para agilizar cada vez mais o atendimento, controlando os riscos e melhorando a experiência do cliente, seja no setor de crédito ou de seguros. “A advento das fintechs e das insurtechs, num sistema de inovação aberta, vai mudar completamente a forma como o mercado se comporta. E está claro que saber lidar com os dados tornou-se essencial para qualquer ecossistema de negócio”, avalia.

Minimizar riscos

Para os entrevistados, o maior desafio a ser enfrentado em 2022 é a minimização dos riscos financeiros e fraudes digitais, citado por 40,74% dos consultados. Já a transformação do mercado de crédito com a entrada de novas tecnologias é o fator de preocupação de 22,22% dos participantes, e a captura e estruturação de milhares de novos dados de 14,81%. Serviço financeiro ao alcance de todos e a experiência do cliente na era digital aparecem em 11,11% das respostas.
A pesquisa da Neurotech ouviu 27 gestores de instituições financeiras e foi realizada para pautar os temas a serem debatidos no Neurotrends. O evento online e gratuito, promovido pela companhia com patrocínio da B3 e da FICO, vai debater as tendências mercadológicas em 3 painéis e terá o especialista em inovação e tecnologia, Silvio Meira como Keynote Speaker. O Neurotrends acontece no dia 01 de dezembro, das 09h às 13h. As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site https://eventosdigitais.live/evento/neurotrends

Neurotech

A Neurotech transforma o mundo de dados dispersos disponíveis hoje em informações estratégicas para melhores decisões de negócio. Com o uso de Inteligência Artificial, Analytics, Machine Learning e Big Data, e uma longa bagagem de experiência no mercado, a Neurotech ajuda empresas e gestores a prever riscos, conhecer melhor seus clientes e otimizar decisões nos mercados de crédito, varejo, seguros, financeiro, saúde, entre outros.
Em sintonia com as principais tendências de inovação e transformação digital, a Neurotech tem evoluído e se transformado em um verdadeiro hub de serviços e dados, com um amplo conjunto de parcerias estratégicas e construção de um abrangente ecossistema onde dados e inteligência de negócio são usados em prol das empresas e consumidores.

Leia também:

B3 lança contrato Futuro de Soja Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...

CVM: Fiscalização em taxas de administração de fundos de varejo

Atualmente, existem cerca de 5 mil fundos de investimento de varejo registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com cobrança de taxas de administração...

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...