Fitch: Perspectiva Estável da XP Inc. e do Banco XP

108
Agência de classificação de risco Fitch Ratings
Fitch Ratings. Foto: divulgação

A Fitch Ratings afirmou os IDRs (Issuer Default Ratings – Ratings de Inadimplência do emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e Local ‘BB’, com Perspectiva Estável, da XP Inc. (XP). Ao mesmo tempo, a agência afirmou os Ratings Nacionais de Longo e de Curto Prazos do Banco XP S.A. (Banco XP) em ‘AAA(bra)’/Perspectiva Estável e ‘F1+(bra)’, respectivamente .

Ratings Movidos Pelo Perfil de Crédito Individual: os IDRs de Longo Prazo em Moedas Local e Estrangeira ‘BB’ da XP são impulsionados por seu Perfil de Crédito Individual (PCI), que considera a forte franquia e o modelo de negócios da companhia juntamente com seu perfil financeiro robusto.

Forte Perfil de Negócios; Franquia Sólida: A XP possui um modelo de negócios sólido, com uma forte franquia de corretagem de varejo. Além disso, sua plataforma de investimentos evoluiu para uma solução financeira completa, que abrange serviços complementares para clientes de varejo e corporativos, como seguros, produtos bancários e de previdência privada. A execução sólida da XP reflete sua capacidade de gerar crescimento sustentado, apesar dos desafios no mercado local.

Segundo a Fitch, a XP reportou receita operacional total de US$ 2,15 bilhões, em média, entre 2020 e 2023, compatível com o score ‘bb’ atribuído ao seu perfil de negócios. A revisão da perspectiva do score para Positiva reflete a expectativa da Fitch de que a estratégia da XP de crescimento contínuo de seus negócios principais e complementares tem o potencial de fortalecer, de forma sustentada, sua geração de receitas, auxiliando também a diversificação destas.

Espaço Publicitáriocnseg

Perfil de Risco Adequado: o perfil de risco da XP reflete a possibilidade de riscos operacionais, cibernéticos e de reputação, embora estes sejam bem administrados por meio de uma estrutura de gerenciamento de risco sofisticada. O crescimento da instituição superou o de seus pares, sobretudo em crédito ao consumo e seguros, mas este aumento está alinhado ao planejamento estratégico da empresa e às oportunidades de mercado. A Fitch também considera, em sua avaliação, o elevado volume de títulos privados que a XP detém, embora a companhia esteja constantemente renovando esses ativos, o que reduz a relevância dos riscos de crédito.

Qualidade dos Ativos Permanece Forte: o risco de crédito da XP deriva de seus ativos de crédito e do portfólio de títulos mantidos, que compreendem a maior parte dos ativos do grupo. No primeiro trimestre deste ano, a instituição reportou leve aumento nos indicadores de inadimplência, tendo em vista que os empréstimos duvidosos atingiram 0,9%, frente a 0,8% ao final de 2023. Mais de 85% do portfólio de empréstimos da XP, porém, são garantidos pelos ativos dos clientes sob custódia do grupo, e a Fitch acredita que a inadimplência permanecerá baixa. No mesmo período, o índice de cobertura de provisões sobre créditos duvidosos se manteve forte, em 1,3 vez, de 1,4 vez no final do ano passado. As exposições não relacionadas a empréstimos da XP, principalmente títulos negociados, continuam apresentando perdas pequenas.

Rentabilidade Resiliente: a XP possui histórico de margens robustas, impulsionadas pela expansão contínua de seus principais serviços de corretagem e gestão de ativos, bem como pela introdução de novos produtos. A empresa vem reportando aumento significativo nas receitas com clientes corporativos. O indicador principal de lucro operacional sobre o patrimônio médio permaneceu forte, em 21,7%, em março de 2024. Este resultado é comparável ao reportado em anos anteriores, embora seja ligeiramente inferior à média de quatro anos, de 25,1%. No entender da Fitch, o ambiente operacional doméstico pode apresentar desafios relacionados ao crescimento, sobretudo dos serviços de corretagem e dos ativos sob custódia.

A agência acredita que a rentabilidade da XP permanecerá resiliente e cada vez mais diversificada. Esta expectativa é reforçada pela expansão de unidades de negócios complementares menos voláteis, como as de seguros e de produtos bancários, bem como pela contínua eficiência operacional da companhia. A Fitch revisou a Perspectiva para o score de lucratividade e rentabilidade da XP para Positiva, de Estável.

Maior Alavancagem Mitigada Por Geração de Capital: o crescimento das atividades bancárias – depósitos e produtos de crédito – resultou em aumento, embora a um ritmo mais lento, na relação de alavancagem tangível ajustada da XP, definida pela Fitch como ativos tangíveis, excluindo títulos emprestados e operações compromissadas, divididos pelo patrimônio tangível. Este índice aumentou para 9,6 vezes em março de 2024, de 9,3 vezes no final de 2023 e 7,2 vezes em 2022, mas ainda permanece compatível com seu rating.

A agência acredita que os indicadores de alavancagem da XP continuarão se elevando, podendo atingir o limite superior de referência do score de alavancagem, de 12 vezes no horizonte do rating, como resultado do crescimento das carteiras de crédito e títulos. No entanto, é provável que a XP mantenha forte geração interna de capital. Esta estimativa fundamenta a revisão da Perspectiva do score de capitalização e alavancagem para Negativa.

Franquia de Financiamento em Crescimento; Liquidez Forte: a Fitch considera forte o perfil de liquidez e captação da XP. Devido à expansão de suas atividades bancárias, a companhia reduziu sua dependência de linhas de captação de atacado durante o último ano. Sua base de financiamento de clientes, considerando letras e notas estruturadas, cresceu 38% em base anual, e representou 89% da dívida total da XP em março de 2024. Linhas de captação complementares incluem dívidas, debêntures e empréstimos financeiros.

Em comparação com pares domésticos maiores, a Fitch considera o perfil de financiamento da XP menos diversificado, com um histórico relativamente curto. Ativos líquidos, compostos por operações compromissadas, títulos do governo e outros, cobrem grande parte das obrigações de curto prazo da empresa. A relação entre ativos líquidos e captações de curto prazo permanece forte – atingiu 105% em março de 2024, frente a 110% ao final de 2023.

Banco XP

Os ratings nacionais do Banco XP se baseiam na visão da Fitch de que suas operações estão totalmente integradas às de sua controladora, em termos de gestão, sistemas e estratégia, o que, para a agência, resulta em um perfil de crédito altamente correlacionado entre ambos. O Banco XP é uma das subsidiárias mais relevantes em termos de ativos, e respondeu por mais de 46% dos números consolidados em dezembro de 2023. Segundo a metodologia da Fitch, nestes casos, a agência atribui Ratings de Grupo, tanto para a controladora, quanto para a subsidiária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui