Flexibilidade

A rejeição pela Comissão de Infra-Estrutura do Senado de José Fantini para a direção da Agência Nacional de Petróleo (ANP) foi motivo de comemoração para a Associação de Engenheiros da Petrobras (Aepet). Diretor da Aepet, Fernando Siqueira lembra que Fantini foi nomeado por Collor para a diretoria da Área Industrial, na qual se notabilizou pela defesa do fim do monopólio estatal do petróleo, posição da qual se distanciou durante o governo Itamar Franco, o que lhe garantiu a permanência na estatal, para, no governo FH, retomar as idéias privatizantes: “É um camaleão”, criticou Siqueira.

PFL retifica
Após oito anos no governo FH batendo bumbo para a tese do déficit da Previdência, o PFL, depois de quase dois anos e meio na oposição, descobre que o número negativo do setor se deve à apropriação pelo governo de outras receitas da Seguridade Social, como CPMF e Cofins. Em 2004, por exemplo, foram desviados R$ 17,63 bilhões (além da desvinculação das receitas da União, DRU) para o superávit primário (economia para pagar juros), segundo levantamento da Associação dos Auditores Fiscais da Previdência Social (Anasps), divulgado pelo PFL: “Ou seja, se não tivesse havido esse desvio ilegal, a Previdência não seria deficitária, como alega o governo. Esse desvio contábil ilegal é uma fraude, uma vez que a Previdência não dá prejuízo, mas apresenta superávits crescentes”, ensina o PFL em seu boletim eletrônico.

Caminho
“A inovação deve acontecer passo a passo para que a indústria cresça, reduzindo a defasagem em relação aos países em desenvolvimento. É desta forma que países como China, Índia e Coréia estão crescendo, com pequenos avanços tecnológicos a partir do domínio das tecnologias já existentes”, sustenta o diretor da Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec), Roberto Nicolsky. Para mostrar aos empresários mineiros o caminho das pedras, será realizado nesta segunda seminário que vai orientar setor produtivo sobre os recursos disponíveis para pesquisa e desenvolvimento tecnológico. O evento ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias de Minas Gerais (R. Timbiras, 1200 – Funcionários, Belo Horizonte) a partir de 9h.

Escrita
Primeira revista brasileira especializada em tipografia/caligrafia, a Tupigrafia chega ao Rio de Janeiro na próxima terça-feira. A revista, que já está na sua sexta edição, traz uma análise de capas de revistas antigas, como a Capa da Eros, editada por Herb Lubalin na década de 1960, e a suíça Typografische Monatsblätter, dentre outras. Os editores Claudio Rocha e Tony Marco irão falar sobre o assunto, às 19h30, na Avenida Epitácio Pessoa, 1.664, Ipanema.

Cidadão do Rio
O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, receberá hoje o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, às 15h, no Plenário Barbosa Lima Sobrinho da Alerj. Gaúcho de Porto Alegre (RS), Mattoso tem 54 anos e foi secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo. Economista, professor e pesquisador, atuou na coordenação dos programas econômicos das campanhas presidenciais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 1989 e 1998.

Aviso amigo
“A rejeição que a sociedade e os partidos impuseram à MP 232 serviu para que o governo percebesse que a elevada carga tributária tornou-se um problema político importante.” A advertência é da consultoria BDO Trevisan. Em seu boletim para clientes, a consultoria acrescenta: “Analistas sugerem que a continuidade do quadro atual de incertezas nas votações parlamentares poderá significar a perda de capacidade de aprovar projetos de interesse do governo.”
A advertência ganha relevância particular quando se sabe que a consultoria pertence a Antoninho Marmo Trevisan, apoiador de primeira hora da candidatura Lula, que o indicou para o Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico Social.

Artigo anteriorSó para alguns
Próximo artigoSem filas
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.