Flexibilidade

A rejeição pela Comissão de Infra-Estrutura do Senado de José Fantini para a direção da Agência Nacional de Petróleo (ANP) foi motivo de comemoração para a Associação de Engenheiros da Petrobras (Aepet). Diretor da Aepet, Fernando Siqueira lembra que Fantini foi nomeado por Collor para a diretoria da Área Industrial, na qual se notabilizou pela defesa do fim do monopólio estatal do petróleo, posição da qual se distanciou durante o governo Itamar Franco, o que lhe garantiu a permanência na estatal, para, no governo FH, retomar as idéias privatizantes: “É um camaleão”, criticou Siqueira.

PFL retifica
Após oito anos no governo FH batendo bumbo para a tese do déficit da Previdência, o PFL, depois de quase dois anos e meio na oposição, descobre que o número negativo do setor se deve à apropriação pelo governo de outras receitas da Seguridade Social, como CPMF e Cofins. Em 2004, por exemplo, foram desviados R$ 17,63 bilhões (além da desvinculação das receitas da União, DRU) para o superávit primário (economia para pagar juros), segundo levantamento da Associação dos Auditores Fiscais da Previdência Social (Anasps), divulgado pelo PFL: “Ou seja, se não tivesse havido esse desvio ilegal, a Previdência não seria deficitária, como alega o governo. Esse desvio contábil ilegal é uma fraude, uma vez que a Previdência não dá prejuízo, mas apresenta superávits crescentes”, ensina o PFL em seu boletim eletrônico.

Caminho
“A inovação deve acontecer passo a passo para que a indústria cresça, reduzindo a defasagem em relação aos países em desenvolvimento. É desta forma que países como China, Índia e Coréia estão crescendo, com pequenos avanços tecnológicos a partir do domínio das tecnologias já existentes”, sustenta o diretor da Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec), Roberto Nicolsky. Para mostrar aos empresários mineiros o caminho das pedras, será realizado nesta segunda seminário que vai orientar setor produtivo sobre os recursos disponíveis para pesquisa e desenvolvimento tecnológico. O evento ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias de Minas Gerais (R. Timbiras, 1200 – Funcionários, Belo Horizonte) a partir de 9h.

Escrita
Primeira revista brasileira especializada em tipografia/caligrafia, a Tupigrafia chega ao Rio de Janeiro na próxima terça-feira. A revista, que já está na sua sexta edição, traz uma análise de capas de revistas antigas, como a Capa da Eros, editada por Herb Lubalin na década de 1960, e a suíça Typografische Monatsblätter, dentre outras. Os editores Claudio Rocha e Tony Marco irão falar sobre o assunto, às 19h30, na Avenida Epitácio Pessoa, 1.664, Ipanema.

Cidadão do Rio
O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, receberá hoje o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, às 15h, no Plenário Barbosa Lima Sobrinho da Alerj. Gaúcho de Porto Alegre (RS), Mattoso tem 54 anos e foi secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo. Economista, professor e pesquisador, atuou na coordenação dos programas econômicos das campanhas presidenciais do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre 1989 e 1998.

Aviso amigo
“A rejeição que a sociedade e os partidos impuseram à MP 232 serviu para que o governo percebesse que a elevada carga tributária tornou-se um problema político importante.” A advertência é da consultoria BDO Trevisan. Em seu boletim para clientes, a consultoria acrescenta: “Analistas sugerem que a continuidade do quadro atual de incertezas nas votações parlamentares poderá significar a perda de capacidade de aprovar projetos de interesse do governo.”
A advertência ganha relevância particular quando se sabe que a consultoria pertence a Antoninho Marmo Trevisan, apoiador de primeira hora da candidatura Lula, que o indicou para o Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico Social.

Artigo anteriorSó para alguns
Próximo artigoSem filas
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...