FMI: latinos levarão séculos para alcançar padrão de vida dos EUA

Ganho médio da América Latina é de apenas 0,5 ponto percentual por ano.

Economias avançadas estão se recuperando mais rapidamente do que muitos países em desenvolvimento. A pandemia inverte o sentido do que vinha ocorrendo, que era a convergência, quando a diferença de renda entre as economias mais ricas e mais pobres diminui.

Pesquisadores do Fundo Monetário Internacional (FMI) analisaram a experiência da América Latina antes da Covid-19. Para medir a convergência, foi utilizada a relação entre o PIB per capita dos países latino-americanos e o dos Estados Unidos.

A taxa de convergência média para a América Latina em 2019 era de cerca de 25% (ou seja, ¼ do PIB per capita nos EUA). Brasil e Colômbia tinham taxas próximas a essa média. A taxa de convergência mais alta foi a do Panamá, duas vezes a média regional.

O FMI analisou os índices em 2019 em relação ao quanto eles mudaram ao longo do tempo. Embora alguns países caminhem na direção certa, a maioria não; experimenta uma melhoria limitada ou nenhuma melhoria. A velocidade média de convergência para a América Latina é de apenas 0,5 ponto percentual por década. “Nessa velocidade, levará séculos para que os países latino-americanos alcancem os padrões de vida dos Estados Unidos”, destacam os pesquisadores do Fundo.

Além disso, cerca de metade dos países da América Latina tiveram uma velocidade de convergência negativa, com a Venezuela apresentando o desvio mais forte. Panamá, Chile, República Dominicana e, em menor grau, Uruguai, Costa Rica e Peru tiveram melhoras mais destacadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

BR do Mar tira empregos e financiamento do Brasil

Senado reduz tripulação mínima brasileira para apenas 1/3; abertura na cabotagem não tem precedentes no mundo.

Plenário do Senado derruba esquema de securitização

Sistema desviava impostos pagos pela sociedade para garantir títulos financeiros.

Constituição passará a garantir renda básica

Espaço fiscal aberto no orçamento será totalmente vinculado a gastos sociais.

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...