Foi o preço

No ano passado as exportações cresceram 16,2% em valor, mas grande parcela dessa evolução foi devido ao aumento de preços, principalmente de commodities. A alta média dos preços é estimada pelo Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) em 12%. Assim o crescimento real das vendas externas em 2006, ou seja, em volume, se reduz a um percentual inferior a 4%. “No caso de manufaturados o quadro é um pouco pior, pois o crescimento real das vendas externas, nesse caso, foi de apenas 3,3%, a partir de uma evolução das exportações em valor de 14,7%”, afirma o Iedi.

Quero a minha
Agensp. Esse o nome da agência cuja criação o setor de seguros propôs ao presidente Lula. O órgão reuniria as atribuições da Susep, IRB e Secretaria de Previdência Complementar. A criação de agências passou a ser sonho de consumo de vários setores, estimulados pela atuação pró-banca do Banco Central – o pioneiro – e que se repetiu, sempre pró-empresas e contra os interesses do consumidor, nas agências criadas pelo tucanato.

Auto-estima
A Legião da Boa Vontade iniciou, em todo o Brasil, a edição 2007 da Campanha Criança Nota 10 – Sem Educação não há Futuro!, que distribuirá material escolar a milhares de crianças provenientes de famílias pobres. Quem quiser colaborar para a campanha pode obter mais informações no site www.lbv.org.br

Auto-aplauso
Citando “fontes da estatal”, alguns sites de notícias informaram, na noite de terça-feira, a saída de Aloisio Vasconcelos da presidência da Eletrobrás e a ascensão de Valter Luiz Cardeal. Os leitores dessa coluna souberam da informação em 28 passado, cinco dias antes.

Armadilha
Pelo segundo dia consecutivo, a sinalização eletrônica da Ponte S/A informava que havia “fluxo intenso” na Ponte Rio-Niterói (sentido Cidade Maravilhosa). Ao chegar à via, o motorista era pego por um engarrafamento de quase 9km.

Fato raro
Apesar dos temores de muitos – inclusive desses colunistas – o Tesouro não conseguiu manter a alíquota de 8,5% no recolhimento do FGTS. Desde o início do ano, a alíquota voltou para 8%. O 0,5 ponto fora acrescido em 2001, parte do chamado “maior acordo do mundo”, para devolução de dinheiro tungado do FGTS dos trabalhadores.

Gogó
Pelo improviso e pelos slogans repetidos por governadores recém-empossados e pelo presidente Lula, a “solução” para os graves problemas de segurança do país devem se esgotar antes de seis meses. Findo esse prazo, os governantes, já mais desgastados pelas promessas, mais uma vez, não concretizadas, voltarão a exibir sua indignação diante de novas ações midiáticas da violência. Não se trata de adivinhação, mas da consequência lógica da ausência de ações planejadas e contínuas de segurança, que, por óbvio, têm de, necessariamente, contrariar interesses muito poderosos, de grupos enquistados na cúpula do aparelho do Estado a setores do sistema financeiro envolvidos na lavagem de dinheiro do crime.

Apagão logístico
As infra-estruturas de transportes e portuárias do país foram detectadas como uma das principais dificuldades encontradas pelas empresas exportadoras, revela o relatório Panorama Logístico – Exportação: Indústrias e Prestadores de Serviço Logístico, de autoria do Centro de Logística do Coppead/UFRJ, em parceria com a Odebrecht. A pesquisa mostra que 56% das industrias aumentaram suas exportações e que 41% delas utilizam operadores logísticos.
Foram realizadas entrevistas com 524 indústrias exportadoras, 27 tradings/Empresas Comerciais Exportadoras (ECEs), 32 operadores logísticos e 18 consultorias com foco no mercado de exportação.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuarta-feira de Cinzas
Próximo artigoBrasil real

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Eve desenvolverá modelo de operação de Mobilidade Aérea Urbana

A Eve Urban Air Mobility, empresa da Embraer, e a Bristow Group Inc. (NYSE: VTOL), líder mundial em soluções de voo vertical, anunciaram, nesta...

China: Ampliar apoio à energia verde agrada banco de investimento

O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (BAII) declarou que dá as boas-vindas ao anúncio da China de aumentar o apoio à energia verde...

XP: Preços de ativos podem sofrer na atual turbulência de mercado

Um dia depois do aumento de 1 ponto percentual da taxa básica de juros, a Selic (agora em 6,25% ao ano), pelo Comitê de...

Projetos de energias renováveis em substituição ao uso do diesel

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Eletrobras firmaram um Pacto de Energia para atuarem conjuntamente na busca de soluções...

Proposta atualiza regulamentação sobre as cooperativas de crédito

Texto em análise na Câmara dos Deputados promove uma série de modificações na Lei do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC), abordando o Projeto...