Forças Armadas e Guedes em baixa no Brasil

Menos de 1/4 dos formadores de opinião aprovam atuação do Ministério da Economia.

Pesquisa da Ipsos que ouviu formadores de opinião da América Latina, divulgada nesta coluna semana passada, em primeira mão, quis saber sobre o desempenho das instituições no manejo da crise de Covid-19. As Forças Armadas aparecem com melhor índice de aprovação (65%) e apenas 31% de desaprovação, não muito longe de empresas privadas (62% a 37%), meios de comunicação (61% a 39%), sistema de saúde privado (59% a 40%) e de saúde pública (56% a 43%). Nas últimas posições aparecem os ministérios da Economia (44% de aprovação e 54% de desaprovação) e Congresso (35% a 63%).

No caso da saúde pública, o resultado final é distorcido pelas opiniões dos líderes do Peru, Bolívia, Equador e América Central e Caribe, com forte viés crítico. Chile (92%) e Argentina (89%) aplaudiram o sistema de saúde público. Assim também foi no Brasil, com 83% de aprovação (50% aprovam muito e 33% aprovam um pouco).

Por outro lado, os líderes de opinião brasileiros foram os mais críticos à atuação do Ministério da Economia, com 76% de desaprovação. Bolívia veio de perto, com 75%. Na avaliação do Congresso, o Brasil destoa, com 83% de aprovação. O segundo, a Argentina, aparece com 44%.

No Brasil, apenas 30% aprovam a atuação das Forças Armadas.

 

Tabelinha

A desaprovação à equipe de Guedes parece ter eco também na presidência. Jair Bolsonaro mais uma vez passou pito em público às propostas de atacar a bolsa da população. Ou não? Já há quem enxergue uma tabelinha entre ministro e presidente, que sai com a imagem de defensor dos pobres, enquanto o ministro mantém o privilégio dos ricos.

 

Negócio da China

Mais da metade (56%) dos presidentes de grandes empresas brasileiras e 68% das mundiais ouvidos em pesquisa da KPMG que apostam expandir a atuação das companhias que lideram têm preferência por mercados emergentes. E 68% dos brasileiros e 67% dos CEOs globais também colocam entre as prioridades os países e regiões que fazem parte da Iniciativa do Cinturão e Rota, menina dos olhos do Governo da China.

 

Sabor de café

O Instituto Preservale inaugura a mostra virtual “Sabores do Vale do Café”, para apresentar o potencial gastronômico da região fluminense, através de imagens ou vídeos que retratam algumas experiências que podem ser vivenciadas.

Com curadoria de Viviane Fernandes e Thiago Oliveira e produção de Bayard Boiteux, a viagem apresenta memórias afetivas de 20 pessoas escolhidas para expressar seu amor pela região. Entre elas estão Antonia Leite Barbosa, Christiane Michelin e Sebastião Marinho.

Nestor Rocha, que preside o Instituto, salienta que o importante é manter viva a chama do produto e ressaltar alguns sabores a que o Vale remete. A exposição pode ser visitada no Facebook.

 

Baú da infelicidade

O PT foi salvar o baú de Silvio Santos e agora vê a ex-presidente da Caixa e 3 ex-diretores da CaixaPAR serem indiciados pela PF pela compra de 35% (por R$ 740 milhões) do PanAmericano, onde foi descoberta fraude contábil. SS passou ileso e segue apoiando o governante de plantão.

 

Rápidas

O Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM) da Escola de Guerra Naval abriu processo seletivo para os cursos de mestrado e doutorado profissionais em Estudos Marítimos 2020. Inscrições até 2 de outubro. *** Nesta quarta-feira, às 19h, a Agilers promove o webinar beneficente “Como o RH pode Sobreviver na Transformação Ágil?”, com ingressos destinados para o CAMP Centro *** Pelo segundo ano consecutivo a Agência A+, de comunicação integrada, recebeu o selo de melhor empresa para se trabalhar no Estado do Rio de Janeiro na categoria boutique (microempresa) e no segmento de comunicação, de acordo com o Great Place to Work (GPTW) *** O escritório Crivelli Advogados realizará ciclo de palestras virtuais, de quinta a sexta desta semana, 17h, para debater as propostas de reforma tributária. Inscrição aqui  *** Para incentivar a variedade de práticas esportivas, a Rio Ecoesporte promove aulas de yoga no Quiosque Rio Point, na Praia da Barra, próximo ao Posto 4. Sempre aos sábados, às 8h30. Instagram: @rioecoesporte

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ameaça de demissões expõe crise na Saúde

Piso de menos de 4 SM para enfermagem revela desvalorização.

Qual a parcela de culpa da Ericsson no terrorismo?

Multi sueca é processada por pagar propina no Iraque que teria chegado ao Estado Islâmico.

BC eleva juros, mas inflação segue disseminada

Remédio errado a partir de diagnóstico equivocado.

Últimas Notícias

Peixes de cultivo: R$ 8 bi com a venda de 841 mil toneladas em 2021

Semana do Pescado 2022 vai movimentar o país em setembro

Dívida do Rio cairá para menos da metade se corrigida pelo IPCA

Alerj vai ao STF para recompor perdas com ICMS dos combustíveis e energia.

Cinco gigantes estatais chinesas abandonam Bolsa de Nova York

Anúncio ocorre em meio a tensão entre China e EUA; ações seguirão negociadas em Hong Kong e Xangai.

Desemprego cai em 22 das 27 unidades da federação

Tocantins teve maior recuo no segundo trimestre do ano.

TCU encontra brechas na segurança de informação federal

Equipamentos pessoais constituem risco de entrada para ataques.