35.9 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Ford deve lucrar mais com fechamento de fábricas no Brasil

Analistas do JPMorgan disseram nesta terça-feira que o fechamento das três fábricas da Ford no Brasil – em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE) neste ano – garantirá lucratividade à montadora. Na segunda-feira (11) a segunda maior montadora de veículos dos EUA, comunicou a decisão de fechamento e de redução de cerca de 5 mil funcionários.

Conforme a Forbes, a Ford afirmou que a decisão de parar de montar veículos no Brasil faz parte do plano de reestruturação já anunciado de US$ 11 bilhões, dos quais parte dos US$ 4,2 bilhões em encargos já foram registrados no terceiro trimestre do ano passado.

O analista Ryan Brinkman, JPMorgan, afirmou em relatório que a decisão de fechar as fábricas no Brasil veio em um momento em que investidores têm reclamado sobre a falta de caminho para a lucratividade dos negócios da Ford na América do Sul, citou em comunicado.

“Esperamos que a decisão contribua para reduzir rapidamente os prejuízos das operações sul-americanas, para as quais agora esperamos um resultado financeiro em equilíbrio em 2020, ante prejuízo de US$ 300 milhões anteriormente.”

 

Trabalhadores

 

Nesta terça-feira, os trabalhadores e trabalhadoras da fábrica da Ford em Taubaté, interior de São Paulo, fizeram uma mobilização na unidade em defesa dos empregos. A manifestação foi aprovada em assembleia na segunda-feira (11), após a montadora anunciar o encerramento da produção no Brasil. A Ford está há quase 53 anos em Taubaté.

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), Claudio Batista, o anúncio da Ford foi feito de forma unilateral, sem qualquer negociação com o Sindicato. “O Sindicato vai fazer toda luta necessária para tentar reverter essa situação.”

A fábrica em Taubaté tem 830 trabalhadores, que contam com estabilidade no emprego até dezembro de 2021, fato que teria sido ignorado pela Ford em seu anúncio. Segundo o Sindmetau, esse período de estabilidade é resultado dos acordos de redução de jornada e salários firmados durante a pandemia.

“Além de serem muitos pais de família, estamos em plena pandemia causada pela Covid-19. Não podemos aceitar isso”, afirmou o presidente do Sindmetau. Os trabalhadores também aprovaram que o Sindicato acione os poderes públicos municipal, estadual e federal em defesa dos empregos. De acordo com Claudião, a Ford foi beneficiada por uma série de isenções fiscais ao longo dos anos.

Leia mais:

Sindicato quer que Ford reverta demissões

Ford, que ganhou R$ 20 bi de incentivos, encerra produção no Brasil

Artigos Relacionados

Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,43%

Informação foi divulgada hoje pelo Banco Central, no Boletim Focus desta semana.

Programa promove inclusão na formação de colegiados

“É comprovado que a diversidade impacta positivamente no desempenho da empresa e traz capacidade de inovação para os negócios.

Petrobras começa fase vinculante do Polo Norte Capixaba

“Essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultra profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”, destacou texto postado pela petroleira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

SEG NOTÍCIAS – Caixa assume gestão dos recursos e pagamentos do Dpvat

Não há nenhuma mudança nas regras de indenização; presidente da Caixa, Pedro Guimarães, deu detalhes.

Início da vacinação no Brasil deixará mercados atentos

Discurso de Christine Lagarde, do BCE evidencia a preocupação dos formuladores de política econômica da região.

Positivismo com o início da vacinação no Brasil

Conflito de Dória com Bolsonaro aumentou ontem após o início da vacinação ter sido em São Paulo.

IBC-Br de novembro mostrou avanço de 0,59%

Com a leitura de hoje, o índice dessazonalizado permanece ainda -1,86% abaixo do nível registrado em fevereiro de 2020.

Semana foi complicada para mercados de risco

Expansão da Covid, recrudescência no isolamento, nova cepa do vírus e possível impeachment de Trump assustaram investidores em todo mundo.