Fraudador, o perfil

Homem, com 36 a 45 anos e mais de dez anos de empresa e com cargo gerencial sênior, na área de finanças ou em setor ligado a ela. Esse é o perfil médio do fraudador empresarial, segundo pesquisa Who is the typical fraudster? (Quem é o fraudador típico?, em português) da consultoria KPMG baseada em 348 investigações de fraudes em 69 países. A análise constatou, ainda, que o fraudador, em geral, age em conluio com outros funcionários.

Cortar e pagar mais
Em relação, à pesquisa anterior, o número dos casos dessa natureza saltou de 49% do total para 74% em 2011, com os fraudadores aproveitando-se de fragilidades nos sistemas de controles internos das empresas para praticar mais desvios.. De acordo com a KPMG, grande parte do aumento dos casos deveu-se aos cortes de custos adotados pelas corporações depois do estouro da crise internacional em 2008. Ou seja, assim, como na administração pública, políticas de cortes de gastos podem provocar perdas ainda maiores do que o dinheiro poupado.

Barato sai caro
O estudo mostra ainda que 56% dos casos foram precedidos de avisos prévios de que as empresas corriam risco de serem fraudadas. “Investir em sistemas de controle, inteligência e prevenção é o melhor caminho para que as empresas evitem ser fraudadas. Em geral, preparar-se para se precaver é muito mais barato e seguro do que tentar remediar problemas com fraudes”, afirma Werner Scharrer, sócio da área de Forensic Services da KPMG no Brasil.

Remédio: crescer
Um ponto percentual extra no crescimento da economia dos Estados Unidos pelos próximos 20 anos acabaria com os problemas orçamentários do país, calcula o professor do MIT Daron Acemoglu.
Como alcançar esta meta é o problema. Segundo Simon Johnson, outro conceituado professor do MIT, a paralisia na distribuição de renda impede o crescimento. Um aumento de 2% anuais elevaria a renda média em 49% em 20 anos. Se o percentual de crescimento for de 3%, a renda – e consequentemente a receita do governo com impostos – subiria 81%.

Propriedade
Simon Johnson vê outro risco à economia norte-americana: a falta de inovação. E faz um alerta: a proteção por patentes está ficando mais burocrática. As ações acusando violação de patentes nos casos dos smartphones são apenas a ponta do iceberg. Os crescentes litígios nos tribunais são uma ameaça ao dinamismo da economia dos EUA, sentencia Johnson.

Direitos
Ex-funcionários da extinta Rede Manchete de Televisão divulgaram carta aberta à presidente Dilma Rousseff em que pedem ajuda na luta pelos direitos trabalhistas. Há mais de dez anos que eles tentam na Justiça receber da TV Ômega (RedeTV!), que seria a sucessora da TV Manchete. A nova concessionária teria firmado, em 1999, um compromisso perante o Ministério das Comunicações e o Congresso Nacional, em que assumia a obrigação de pagar todos os direitos dos funcionários da extinta TV Manchete. “Essa cláusula do contrato não foi cumprida”, acusam.

Só conveniência
Trinta e sete porcento dos consumidores das lojas de conveniência dos postos de gasolina não possuem carro. O índice de quem não abastece no posto também é alto: 32% dos entrevistados vão apenas à loja. A pesquisa, realizada pela Souza Cruz e divulgada na ExpoPostos & Conveniência, tem como objetivo identificar o perfil e levantar os hábitos de compra de fumantes das capitais São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Bahia. Segundo os dados gerais, 67% dos frequentadores das lojas são do sexo masculino, e 57% são fumantes.

Nem todos
Uma importante integrante do Governo Lula disse a esta coluna discordar da notícia de que a presidente Dilma Rousseff vetou ganho real (acima da inflação) para os aposentados. Os que ganham salário mínimo terão aumento real, lembra ela.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorResponsabilidade social
Próximo artigoTirando a venda

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Confiança de serviços recupera parte da queda de setembro

Já índice de confiança do comércio se mantém estável em outubro, ficando em 94,2 pontos, após dois meses de queda.

Mercados operam mistos no exterior

No Brasil haverá resposta ao Copom.

Elevação na Selic deve repercutir no mercado

EUA: divulgação de PIB do terceiro trimestre e balanços de grandes empresas são o foco das atenções no cenário internacional.

TSE forma maioria contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

PT, PCdoB e PROS pedem cassação da chapa por cometimento de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.