27.4 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 19, 2021

Fraudes

Apesar de as fraudes empresariais envolverem bilhões de  dólares em todo o mundo, apenas 45% das companhias  privadas de capital fechado contam com especialistas em detectar e  prevenir o problema. A constatação é do International Bussines  Report (IBR), produzido pela Grant Thornton International,  representada no Brasil pela Terco Grant Thornton. Aqui, segundo o estudo, a preocupação com combate a fraudes está abaixo da média mundial: 38%.

Prevenção
Para Leandro Sanches, diretor de Gestão de Riscos da  Terco Grant Thornton, o índice de combate às fraudes do Brasil refletiria o desconhecimento dos empresários locais sobre a relevância e as vantagens dos controles  internos. O país com a taxa mais elevada de empresas que contratam  especialistas contra fraudes são as Filipinas (72%). É seguida por: México (71%), Rússia (63%), Armênia (59%) e  Estados Unidos (59%). Os países que menos investem em  segurança são Japão (17%), Dinamarca (17%) e França (23%).

Clube em alta
Com o investimento de mais de R$ 150 mil em equipamentos e tecnologia, o tradicional espaço de eventos empresariais e de gastronomia Clube Americano, no Centro do Rio de Janeiro, termina o mês com um aumento de 20% em seu movimento, com relação ao mês anterior.

Ponte aérea
A paulista Plus Advance Marketing Integrado acaba de montar uma filial na cidade do Rio de Janeiro. Fundada em 1991, a empresa, que conta atualmente com mais de 70 funcionários e cerca de mil promotores de venda, possui em sua carteira de clientes grandes empresas como Votorantim, LG, Coral e Casas Bahia.

Não é Prada
Após a bem sucedida temporada em 2007, no Teatro Cândido Mendes, O Diabo veste Saara volta à cena dia 10 de junho, agora no Teatro Sesi, no Centro do Rio de Janeiro. A peça é uma comédia de costumes, que satiriza a sociedade consumista dos emergentes, do  pessoal de moda e até das seitas religiosas.

Aipim
Briga de anos da Associação dos Produtores de Amido de Mandioca (Amam), a adição de derivados de mandioca à farinha de trigo deve virar realidade, beneficiada pela alta do trigo no mercado mundial. A colocação deverá vir aos poucos, escalonada, de 3% a 10%, para se avaliar o comportamento do mercado.

Passeio
Esta coluna sugere às corregedorias do Detran e da PM do Rio de Janeiro uma ronda conjunta pela Rua Itapiru, no Catumbi, na Zona Norte. Entre as contribuições à cidadania, uma didática explicação sobre as razões e a eficácia de blitz com apenas uma patrulinha.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Artigo anteriorCurto-circuito
Próximo artigoO eterno Hood Robin
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportações de suco de laranja recuam 23% entre julho e dezembro

Safra menor e estoques mais elevados estão entre as principais razões para a baixa.

Os desafios para Joe Biden nos EUA

Avanço da Covid-19 pode fazer com que democrata e equipe tenham que apagar alguns incêndios no começo do mandato.

Mercados sobem em véspera do Copom

Campos Neto, presidente do BC, participa da primeira sessão da reunião do Copom.

Mercados locais sobem seguindo Bolsas mundiais

Dia amanhece com tendência de alta para o mercado interno, seguindo NY na volta do feriado.

Contra tudo temos vacina

Dia promete ser de mais recuperação da Bovespa, dólar fraco e juros em queda.