27.6 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 19, 2021

Frente contra privatizações e em defesa da Soberania

Dezesseis partidos da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) promovem nesta quinta-feira o Ato em Defesa da Soberania Nacional e Contra a Privatização. A iniciativa tem apoio de entidades como a Intersindical Central da Classe Trabalhadora.

Diante da agenda de privatizações anunciadas pelo Governo Bolsonaro, que prevê entre a venda da Petrobras, Eletrobras, Correios, Porto de Santos, Telebras, Ceagesp e Dataprev, os bancos Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, além da Casa da Moeda, diferentes articulações políticas têm surgido em defesa da soberania e das estatais”, diz o manifesto de divulgação do ato.

O mesmo projeto tem sido tocado por Dória em São Paulo, que disponibilizou oito empresas públicas para o setor privado: Dersa, Emplasa, Codesp, Imesp, Prodesp, Zoológico, Instituto Biológico e o Complexo Poliesportivo do Ibirapuera, Furp e Oncocentro. Um escândalo! Em recebe pesquisa do Datafolha, foi apurado que 67% da população brasileira é contra as privatizações”, lembram os organizadores do movimento.

O ato começará às 9h, no Auditório Franco Montoro, na Alesp. No Rio, o lançamento da Frente ocorrerá em 14 de outubro, na Travessa do Leblon, antecedido de debate com Celso Amorim.

Dinheiro africano

A África Subsaariana é líder mundial em inovação, adoção e uso de dinheiro móvel. A região é a primeira do mundo em contas monetárias móveis per capita (registradas e ativas), serviços de dinheiro móvel e transações monetárias por celular, informa o Fundo Monetário Internacional (FMI).

As transações realizadas com dinheiro móvel representam cerca de 10% do PIB do subcontinente, em comparação com apenas 7% do PIB na Ásia e menos de 2% do PIB em outras regiões. Na África, a adoção e uso de tecnologia para a prestação de serviços financeiros está alterando as operações dos provedores de serviços financeiros e a maneira pela qual eles oferecem produtos e serviços aos seus clientes, afirma o FMI.

 

Empreendedor

Sidney Rezende, o candidato da coluna na categoria “Jornalista Empreendedor” do Prêmio Comunique-se, já garantiu lugar no pódio. Para garantir o lugar mais alto, depende da votação online que definirá os vencedores em cada categoria, que estará aberta entre 23 de setembro e 13 de outubro no site oficial do evento.

 

Bossa Nova

O shopping do aeroporto Santos Dummont conseguiu junto ao INPI o direito de usar a marca Bossa Nova Mall, o que vinha sendo negado pelo instituto, que alegava a existência de registro anterior de imobiliária com o mesmo nome. O escritório Montaury Pimenta demonstrou a inexistência de conflito entre os empreendimentos e obteve a concessão da marca.

 

Clube do Bolinha

A decisão do TSE de cassar a chapa inteira em que constarem candidatas laranjas ameaça o PSL, especialmente de MG e PE, onde o laranjal é investigado pela PF, e partidos com baixa participação feminina. O Novo é campeão neste quesito, com menos de 20% de filiadas mulheres.

 

Rápidas

Pelo menos 14 pessoas morrem todos os dias nas rodovias federais brasileiras. Para estimular o debate e contribuir para um trânsito seguro, a Confederação Nacional do Transporte lança nesta quinta-feira o Painel CNT de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários *** O Carioca Shopping e outros nove shoppings da Aliansce Sonae no Rio de Janeiro se uniram para mais uma campanha simultânea em parceria com o Instituto da Criança. Até 26 de setembro, serão arrecadados brinquedos novos ou usados em bom estado para doação a instituições *** Estão abertas até 30 de outubro as inscrições para o programa de residência médica do Idor nos hospitais da Rede D’Or São Luiz, pelo site idor.org. São oferecidas 38 vagas em diversas especialidades *** O universo geek ficará no Caxias Shopping até 29 de setembro, diariamente, das 10h às 21h *** O juiz Fábio Porto, auxiliar da Presidência do TJRJ, será o palestrante do seminário “O uso da tecnologia no Judiciário”, do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), dia 27, das 9h30 às 12h. “Um dia, o computador vai apresentar uma minuta de decisão judicial, pois, num país que acumula 100 milhões de processos e o tempo médio de um processo leva 11 anos, a Justiça artesanal é inconcebível”, afirmou Fábio Porto. Inscrições em iabnacional.org.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportações de suco de laranja recuam 23% entre julho e dezembro

Safra menor e estoques mais elevados estão entre as principais razões para a baixa.

Os desafios para Joe Biden nos EUA

Avanço da Covid-19 pode fazer com que democrata e equipe tenham que apagar alguns incêndios no começo do mandato.

Mercados sobem em véspera do Copom

Campos Neto, presidente do BC, participa da primeira sessão da reunião do Copom.

Mercados locais sobem seguindo Bolsas mundiais

Dia amanhece com tendência de alta para o mercado interno, seguindo NY na volta do feriado.

Contra tudo temos vacina

Dia promete ser de mais recuperação da Bovespa, dólar fraco e juros em queda.