Frete e vantagem fiscal fazem Paraguai ganhar da China

Importar produtos manufaturados oriundos do Paraguai tem se tornado mais atrativo do que importar produtos da China. Além das vantagens fiscais garantidas por acordos do Mercosul, o país vizinho oferece custo baixo de produção e frete com valor mais atrativo que em países asiáticos.

“Hoje, a melhor operação é com o Mercosul. Além de um custo final mais baixo, o tempo de entrega do Paraguai para o Brasil é bem menor, o que facilita na hora de suprirmos uma demanda, que se manteve aquecida”, explica Leandro Martins de Almeida, CEO e diretor de Operações da Matrix Importações.

As barreiras sanitárias e as restrições no transporte aéreo e marítimo por conta da crise do coronavírus fizeram com que os custos de frete da China para o Brasil disparassem em 2020, elevando também os preços dos produtos. De acordo com importadores e empresas de navegação, o custo da importação de um contêiner na rota China-Brasil saltou de US$ 2 mil para US$ 10 mil entre 2019 e 2020.

Além do baixo custo de frete e a isenção de quase 100% dos tributos, o baixo custo com mão de obra, energia elétrica e agilidade na entrega são fatores citados por importadores para dar preferência aos produtos manufaturados no Paraguai.

A Matrix concentrava 60% de seus pedidos em fornecedores da China e, com a pandemia, migrou as importações para o Paraguai, que hoje representa 80% dos pedidos. “Trazemos 20 mil carretas por mês, com um total de 140 mil tapetes, 400 mil cobertas e 200 mil jogos de lençóis, que são finalizados no Paraguai, beneficiados pela Lei Maquila”, explica Leonardo Martins de Almeida, diretor Financeiro, referindo-se à lei que dá isenção total de impostos paraguaios para produtos que tenham ao menos 40% de valor agregado no país, mesmo que partes dele venha de outros lugares.

Leia mais:

Qual o impacto do fechamento das fábricas da Ford

Canadenses desistem do Carrefour

 

Artigos Relacionados

TCE-SP acolhe pedido de escritório e suspende licitação da CPTM

Escritório de advocacia representa grupo europeu interessado na licitação, cujo nome não pode ainda ser revelado.

MarketClub revoluciona a revenda móveis de alto padrão

Nas duas primeiras semanas de operação de 2021, o Market Club movimentou quase meio milhão de reais.

Neurotech cresce 40% com soluções de combate ao coronavírus

Empresa espera alcançar faturamento superior a R$ 90 milhões em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.