FTZs chinesas visam promover cooperação inovadora

Projetado para construir um consenso sobre globalização econômica e facilitação de livre comércio e investimento, o Fórum Internacional sobre Desenvolvimento de Zonas de Livre Comércio (FTZs, sigla em inglês) 2021 foi realizado recentemente em Nanjing, capital da Província de Jiangsu no leste da China.

Foto aérea tirada em 19 de abril de 2017 mostra a zona piloto de livre comércio (FTZ) na cidade de Wuhan, capital da Província de Hubei na China central. (Xinhua/Xiong Qi)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 13 Dez (Xinhua) — Projetado para construir um consenso sobre globalização econômica e facilitação de livre comércio e investimento, o Fórum Internacional sobre Desenvolvimento de Zonas de Livre Comércio (FTZs, sigla em inglês) 2021 foi realizado recentemente em Nanjing, capital da Província de Jiangsu no leste da China, informou Economic Information Daily nesta segunda-feira.

Desde 2013, China estabeleceu FTZs piloto em 21 regiões e introduziu uma série de medidas de inovação institucional, marcando o novo auge da abertura da China, disse Gao Yan, presidente do Conselho de Promoção do Comércio Internacional da China (CCPIT) e Câmara do Comércio Internacional da China.

A FTZ de Jiangsu, por exemplo, esteve seguindo as direções das demandas do mercado, promovendo integração e inovação institucional, cultivando nova economia e indústrias pilares, com o objetivo de aprofundar reformas e atingir desenvolvimento positivo, segundo Fei Gaoyun, vice-governador executivo da Província de Jiangsu.

O CCPIT continuará a trabalhar com as partes relevantes para tornar o mecanismo de cooperação mais inclusivo, por meio do desenvolvimento de mais canais diversificados para intercâmbio e cooperação e da construção de mais plataformas de serviço eficientes, disse Gao, observando que isto irá ajudar as empresas a aproveitar as oportunidades de desenvolvimento das FTZs e promover cooperações inovadoras entre as FTZs do mundo.

Elogiando os esforços proativos da China na promoção do comércio livre internacional e do aprimoramento do ambiente de negócios para empresas, Samir Hamrouni, CEO da Organização Mundial de Zonas Francas (FZO mundial), também pediu melhorias mais profundas nas FTZs por meio de mais inovações institucionais específicas, efetivas e compreensivas.

Leia também:

Xinjiang da China, vê crescimento constante na geração de nova energia

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China intensifica esforços no apoio à construção de cenários de IA

O Ministério da Ciência e Tecnologia da China (MOST) anunciou nesta segunda-feira que apoiaria a construção de dez cenários de aplicação de demonstração de inteligência artificial (IA), a fim de promover o uso de IA e promover um novo motor de crescimento econômico.

Expo internacional de Rota da Seda promove cooperação profunda do C&R

A Sexta Exposição Internacional da Rota da Seda teve início no domingo em Xi'an, capital da Província de Shaanxi, no noroeste da China, com uma cooperação mais profunda do Cinturão e Rota no topo da agenda.

China planeja transformar Wuhan em centro de consumo internacional

A China aproveitará o poder de consumo em Wuhan, Província de Hubei, centro da China, e transformará Wuhan em um centro de consumo internacional, informou o Shanghai Securities News, administrado pela Xinhua, nesta segunda-feira.

Últimas Notícias

Mercado imobiliário dos EUA entra em recessão

Seis em 10 norte-americanos temem não conseguir pagar suas hipotecas em 2023.

Nubank: resultado do 2T22 e a perspectiva de recuperação das ações

Destaque para captação de clientes, mas risco de inadimplência é alto.

Rio CVB: Receita do Rock in Rio acima de US$ 158 milhões

Evento deve gerar pagamento de US$ 7,9 milhões em impostos à cidade.

Anatel recebe cerca de 1 milhão de queixas

Reclamações foram contra serviços de telefonia, internet e TV.

Europa admite 2 pesos na crise na Ucrânia e em Gaza

Cinismo típico da mentalidade colonial