Fumaça perigosa

Para quem ainda se sensibiliza com a choradeira da indústria do fumo contra a proibição de propaganda de cigarro na televisão, a Organização Mundial de Saúde adverte: o tabagismo é uma das maiores epidemias que assolam a humanidade. Existem 1,2 bilhão de fumantes no mundo. Desse total, 33 milhões estão no Brasil, onde entre 80 mil e 100 mil pessoas morrem por ano vítimas de alguma das cerca de 50 doenças provocadas pelo tabaco. As doenças mais recorrentes são: câncer do pulmão (90% dos casos causado pelo fumo), bronquite crônica e efisema (80% das ocorrências envolvendo viciados) e enfarte (33% das incidências). De olho, principalmente, no público jovem, a Unicamp lança amanhã a Campanha de Controle do Tabagismo, com palestra do médico José Rosemberg, presidente do Comitê Nacional de Controle de Tabagismo, que vai tocar num ponto que a indústria do tabaco esconde atrás da fumaça  da propagandas: os males causados pelo tabagismo aos fumantes passivos.

Austeridade seletiva
Embora lamentável, a aprovação do auxílio-moradia, por seis membros da mesa da Assembléia Legislativa do Rio, forneceu estudo de caso didático sobre o funcionamento das instituições no país. Debaixo da vara do repúdio da opinião pública, os deputados fluminenses devem recuar esta semana da pretensão de, em troca do apoio à política de arrocho salarial para o restante da população, contarem com a boa vontade da mesma imprensa que sustenta esta política quando se tratar de artifícios para aumentar seus próprios salários. Ponto para a democracia.
Seletivo II
Falta agora estender a mesma, e ainda mais justa, indignação contra outros desperdícios geometricamente mais onerosos aos cofres públicos, como os R$ 142 bilhões torrados ano passado com o pagamento de juros pela União. Derrama contra a qual se fez o mais obsequioso silêncio. Talvez porque os beneficiários desse privilégio não careçam exatamente de problemas de moradia.  

Receptivo
Na próxima segunda-feira, de 14h30min a 17h30min,o professor Bayard Boiteux, diretor da Escola de Turismo da UniverCidade, estará ministrando um curso sobre turismo receptivo. O programa inclui análise do mercado internacional de viagens, o turismo receptivo no brasil e no mundo, o funcionamento básico do departamento receptivo de uma agência e marketing aplicado ao receptivo. O curso será no Teatro da Cidade (Av. Epitácio Pessoa,1664). Inscrições e informações na Agência Acadêmica pelo telefone 5251086.

Chumbo grosso
O ex-senador José Eduardo Andrade Vieira, um dos principais contribuintes da eleição de FH em 1984, afirmou que municiou o governador mineiro Itamar Franco com 12 informações importantes para o depoimento ao Senado sobre a liberação de verbas para o prédio do Fórum Trabalhista de São Paulo. Andrade Vieira criticou a “operação-abafa” posta em prática pelos políticos governistas, que evitaram sua convocação para depor. O ex-controlador do Bamerindus já havia dito, em entrevista anterior, que Eduardo Jorge, ex-secretário-geral da Presidência, praticava tráfico de influência no governo e teria herdado as funções de Sérgio Motta, após a morte do ministro em 1998.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesligado
Próximo artigoMão única

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico