Fundos tiveram captação líquida de R$ 46,6 bi entre dias 1º e 11

Segundo a Anbima, resultado foi impulsionado pelos fundos de renda fixa.

Mercado Financeiro / 13:17 - 17 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os fundos de investimento tiveram captação líquida positiva de R$ 46,6 bilhões de 1º até 11 de setembro, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). O resultado é a diferença entre os R$ 293,6 bilhões aplicados e R$ 247 bilhões sacados pelos investidores no período. Do total de recursos movimentados no mês, quase a totalidade (86%) correspondeu aos fundos de renda fixa.

Na semana entre 8 e 11 de setembro, a indústria teve entradas líquidas de R$ 28,7 bilhões, com destaque para os fundos de renda fixa com captação positiva de R$ 27,7 bilhões - movimento impactado por aporte de R$ 15 bilhões de um único fundo. Também tiveram saldo positivo no período: os fundos de ações (R$ 630 milhões), de previdência (R$ 528 milhões), os FIDCs (R$ 34,1 milhões) e os FIPs (R$ 7,7 milhões).

Três categorias encerraram a semana no vermelho: os ETFs tiveram resgates líquidos de R$ 175,5 milhões, enquanto os multimercados registraram saídas de R$ 35,7 milhões e os fundos cambiais de R$ 1,8 milhão.

Até 11 de setembro, a indústria de fundos acumula captação líquida positiva de R$ 203,4 bilhões e patrimônio líquido de R$ 5,7 trilhões.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor