Fusão de partidos cria nova legenda e põe fim ao PTB

Deputados do Rio destacam fusão de partidos, ações solidárias em cidades atingidas por chuvas e projetos para educação e inclusão social.

344
Val Ceasa (foto divulgação Alerj)
Val Ceasa (foto divulgação Alerj)

O deputado Val Ceasa será o novo presidente do diretório municipal do Partido da Renovação Democrática (PRD) no município do Rio. Ele já é o líder da bancada do partido na Alerj. O PRD nasceu da fusão de partidos (Patriota com o PTB). Na próxima terça-feira, a sigla fará uma reunião para escolher o presidente do diretório estadual. O nome do deputado federal Marcus Vinícius Neskau é cotado para ficar com o cargo. Com a fusão, o PTB, tradicional partido criado por Getúlio Vargas, deixa de existir.


Sessão temática

Na última terça-feira (27), a Alerj promoveu uma sessão de votação temática. Todos os projetos da pauta eram voltados para os direitos de pessoas com doenças raras. O objetivo da iniciativa foi conscientizar a população sobre as doenças pouco comuns, em alusão ao Dia Mundial das Doenças Raras, comemorado em 29 de fevereiro.


Ajuda a municípios atingidos pelas chuvas

Andrezinho Ceciliano (foto Alerj)
Andrezinho Ceciliano (foto Alerj)

Os deputados Andrezinho Ceciliano (PT) e Carlinho BNH apresentaram projeto de lei na Alerj destinando R$ 15 milhões do Fundo Especial da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aos municípios de Paracambi, Japeri, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Queimados e Barra do Piraí. Todos foram impactados pelas fortes chuvas do dia 21 de fevereiro.


Verba para a educação em Nova Iguaçu

Ainda sobre o Orçamento do Estado para 2024, o deputado Carlinhos BNH (PP) destinou mais de R$ 815 mil, através de emendas impositivas, para que escolas estaduais em Nova Iguaçu recebam melhorias na infraestrutura.

Espaço Publicitáriocnseg

Vagas preferenciais em praças de alimentação

O deputado Thiago Rangel (Pode) quer destinar 5% das mesas e cadeiras das praças de alimentação de shoppings e Centros Comerciais para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O projeto de lei com a proposta tramita nas comissões temáticas da Alerj e ainda não tem data para votação em plenário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui