Fuso horário

As desencontradas declarações do presidente FH, que durante três dias seguidos defendeu a queda dos juros, a alta das taxas para combater a inflação e ontem, mais uma vez, voltou atrás, deixa em má situação a privatização das telecomunicações. Afinal, não custaria nada à plutocracia do Banco Central dar um telefone, enviar um e-mail ou, pelo menos, um telegrama a FH. para comunicá-lo de suas decisões com pelo menos 24 horas de antecedência.

Defesa
Defender a língua não é coisa de xenófobos tupiniquins. A comunidade de língua francesa da província de Alberta vai receber do Governo canadense o equivalente a R$ 17,6 milhões para promover a cultura francófona na província. Segundo a presidente da Associação Francófona Franco-Canadense, Suzanne Dalziel, esta iniciativa irá estimular o aprendizado da língua francesa e seu uso no dia a dia. O projeto visa também a formação profissional e geração de empregos para francófonos.

Mega-sena
O ex-deputado Sérgio Naya resolveu reaparecer na mídia. Uma firma de RP distribuiu ontem nota em que Naya afirma já ter pago R$ 5 milhões em indenizações a moradores do Palace II, prédio construído pelo dublê de ex-deputado e engenheiro. O edifício virou pó, envolto numa nuvem de ganância e incompetência. Naya quer que virem pó também os sonhos dos ex-moradores. Segundo o construtor desastrado, um pequeno grupo “teima em receber milhões de reais na esperança que a Justiça lhes promovam (sic) uma mega-sena”. Os incautos proprietários de apartamentos, que apostaram estarem comprando um bem sólido, para o resto da vida, querem apenas indenizações justas.
Azar
Sérgio Naya rejeita a culpa pelo desabamento; defende-se dizendo que já construiu no Brasil mais de 800 mil metros quadrados em obras sem problema. “Acredito na fatalidade e o desabamento parcial do Palace II não foi culpa minha, uma vez que não dirigia a empresa há alguns anos em função do mandato que exercia na Câmara dos Deputados.”

Eleição
O deputado federal José Dirceu (PT-SP) formaliza no próximo dia 22 o lançamento de sua candidatura à presidência do Partido dos Trabalhadores, buscando o terceiro mandato consecutivo. Na terça-feira a Juventude do PT leu manifesto em favor de Dirceu, que recebeu apoio de outros setores do partido e de dirigentes da CUT.

Inflação
O Governo pretende divulgar até o final do mês uma nova fórmula para calcular a tarifa de pedágio para os caminhões. O objetivo é evitar que o aumento da tarifa tenha reflexos no custo dos fretes, o que poderia causar um impacto no índice inflacionário e desencadear nova greve dos caminhoneiros. As tarifas de pedágio das rodovias federais privatizadas deverão aumentar entre 8% e 10% também este mês.

Nomenclatura
Ao criticar o Governo por aumentar as tarifas públicas, o presidente do Conselho de Administração da Sadia, Luiz Fernando Furlan, comete grave imprecisão, repetida pelo ministro Alcides Tápias. Na verdade, à exceção da água – e apenas em alguns estados – todas as demais tarifas (luz, telefone, gás e transportes etc.) se referem a serviços públicos privatizados. E, em não poucos casos, privatizados sob o beneplácito do empresariado, que hoje vê seus custos crescerem geometricamente.

13º
Os ganhos dos bancos com tarifas parecem não ter limites. Embora o custo seja zero, tem instituição cobrando taxa anual por cadastramento até para contas recém-abertas. No Banespa, por exemplo, essa tarifa está em R$ 15.

Cartel
Os acionistas da Telebrás que receberam ações da empresa em troca do plano de financiamento têm de enfrentar uma maratona para negociar seus papéis por uma corretora. Quem possui ações PN e ON, é obrigado a pagar por 26 (!) reconhecimentos de firma, correspondentes às 13 holdings em que a Telebrás foi fracionada. Corretoras desconfiam do Banco Real – único banco autorizado a operar com Telebrás -, que faria exigências descabidas, acabando por forçar os acionistas a negociarem suas ações através da instituição, que exige reconhecimento de firma “apenas” de identidade, CPF e comprovante de residência, mas cobra salgadíssimos 5% de corretagem.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorApelo
Próximo artigoIniciativa

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.