Fusão com America West ainda não está garantida

A fusão da US Airways com a America West Holdings Corp., por sua vez, não está garantida. Ontem o juiz federal norte-americano Stephen Mitchell divulgou a permissão concedida à US Airways para avaliar outras propostas de fusão que concorram com a oferta atual da America West.
Mitchell aprovou uma série de procedimentos que permitem que outros investidores qualificados façam propostas que ajudem a US Airways a sair da concordata. “Queremos ver se existe qualquer proposta melhor ou mais alta”, disse Brian Leitch, principal advogado da US Airways para assuntos relacionados à concordata. Até agora a proposta da America West e de um grupo de investidores é a única que foi negociada.

Artigo anteriorIrmãos siameses
Próximo artigoSem condições
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Desigualdade, Big Tech e EUA são maiores ameaças à democracia

7 em 10 chineses avaliam que seu país vai bem na questão.

O poder do monopólio em rebaixar os salários

Um tributo a Joan Robinson, ‘uma das economistas mais importantes do século 20’.

Ricos querem pagar só 10% do imposto de Biden

Elisão fiscal ameaça levar US$ 900 bi do pacote para as famílias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

G20 promete ‘financiamento total’ de compra de vacinas pela OMS

Medida desbloquearia quase US$ 20 bilhões.

Em cinco anos, SP reduziu em 32%, mortes no trânsito

Só Região Metropolitana reduziu em 29%; queda nas fatalidades em nível nacional foi de 22%.

Mercado reage em dia pós-Copom

Destaque para os pedidos por seguro-desemprego nos EUA.

Boas expectativas para o dia

Hoje, mercados começando aparentemente com realizações de lucros recentes e aguardando a decisão do Banco Central inglês sobre política monetária.

Mesmo com perdas de 75%, empresas em favelas mantêm 80% dos empregos

São mais 289 mil comércios registrados nas cerca de 6 mil comunidades em todo o Brasil.