Games: Brasil é um dos principais players de desenvolvimento

País está nessa posição pelo segundo ano consecutivo; maior mercado de games da AL, expectativa é ter movimentado US$ 2,3 bi em 2021.

A participação brasileira no cenário internacional de games vem crescendo a cada ano, seja em consumo, número de jogadores ou no desenvolvimento e produção de jogos. Maior mercado de games da América Latina, a expectativa é que o país tenha movimentado US$ 2,3 bilhões em 2021 e que aumente essa receita em aproximadamente 6% em 2022, segundo a consultoria Newzoo. Neste cenário, chama a atenção a procura cada vez maior de grandes desenvolvedoras globais por estúdios nacionais, que são contratados para produzirem ou auxiliarem em partes específicas de seus jogos, em uma prática conhecida como XD (desenvolvimento externo). O destaque do Brasil no segmento acaba de ficar ainda mais evidente com a publicação do relatório da External Development Summit) (XDS, evento global que é referência em XD, que coloca o país pelo segundo ano consecutivo como o principal mercado emergente no segmento.

Desde a primeira edição da XDS, em 2013, a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos (Abragames) participa do evento e organiza as comitivas Brazil Games, em seu projeto setorial de exportação realizado pela associação em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (ApexBrasil), que apoia as empresas desenvolvedoras brasileiras que participam do evento, dando todo o suporte à divulgação dos projetos e estimulando a geração de negócios.

Entre os vários estúdios brasileiros que participam presencialmente da XDS e de outros eventos internacionais importantes por meio da comitiva Brazil Games, da Abragames, existem perfis diferentes e complementares. Enquanto alguns se especializaram e são referências exclusivamente no trabalho de external development, outros também fazem um trabalho híbrido – ou seja, além de XD desenvolvem seus próprios jogos.

Após um hiato de dois anos por conta da pandemia, a XDS voltará a acontecer de forma presencial em setembro de 2022, em Vancouver, no Canadá, e a Abragames estará presente com diversos estúdios brasileiros, por meio da comitiva Brazil Games. A expectativa da associação é que este ano o número de parcerias aumente ainda mais e siga fortalecendo o mercado brasileiro de desenvolvimento de games.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Coronel fiscal de eleições dissemina informações falsas

TSE deixa aberta a possibilidade do a pasta indicar outro nome

Arábia Saudita cria fundo para pequenos negócios do turismo

Programa vai apoiar duas mil pequenas empresas turísticas de pequeno porte no país com US$ 133 milhões.

Tesouro pagou em julho R$ 400,56 mi em dívidas de estados

Este ano, já são R$ 5,02 bilhões de dívidas honradas pela União.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior