Garoto antipropaganda

Ao passar mal em março e buscar atendimento no Hospital Quinta D”Or, em São Cristóvão, em lugar de procurar um hospital estadual, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), alegou que não quisera dar trabalho à rede pública por um problema simples. Cinco meses depois, e quase uma semana após defender a qualidade da Saúde no seu governo, Cabral voltou a trocar a rede pública pela rede D”Or, desta vez em Copacabana, para tratar, segundo sua assesoria, de uma entorse no joelho direito. Não custa lembrar que a ortopedia é uma das especialidades médicas com um dos maiores déficits de profissionais nos hospitais estaduais. Mas, pelo visto, o problema incomoda apenas aos sem-D”Or.

Defesa seletiva
Trecho de artigo do economista Antonio Corrêa de Lacerda corrobora o que esta coluna escreveu dias atrás sobre a encomendada campanha que os “jornalões” empreendem contra o BNDES: “Não deixa de ser curioso observar que os defensores do erário e da transparência, no que se refere ao suposto subsídio dos empréstimos públicos ao setor privado, jamais tenham proposto o mesmo procedimento para o custo de financiamento da dívida pública. Os juros reais mais elevados do mundo geram uma despesa pública anual de 5,5% do PIB (Produto Interno Bruto), algo próximo de R$ 160 bilhões ao ano. Uma transferência enorme renda de toda a sociedade para o setor financeiro e os rentistas, extremamente vulnerável às “expectativas” de inflação e de juros, que acabam influenciando fortemente as decisões do Copom!”, escreveu o ex-presidente do Conselho Federal de Economia e da Sobeet.

Perigo no ar
Passageiros acostumados com o tipo de serviços da Lan Chile e da TAM temem que, na fusão entre as duas aéreas, prevaleça o padrão da segunda em detrimento da primeira.

Indústria
Empresas como CSN, Nuclep, Vale, ArtSoft e Votorantim participarão da Feira da Indústria Metal-mecânica do Estado do Rio de Janeiro (Feimmerj), que acontece em Volta Redonda, nos dias 19 e 20 próximos.

Patentes
Patentes e inovação tecnológica na área de fármacos são os temas de dois cursos no próximo dia 23, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, dentro do 4º Encontro Nacional de Inovação Tecnológica em Fármacos e Medicamentos, evento realizado pela Protec pela IPD-Farma. Mais informações no site www.protec.org.br

Sarah Palin do Serra
A retórica neocon exibida pelo candidato a vice-presidente de José Serra, deputado Indio da Costa, no debate com outros concorrentes, mostra que ele segue firme para ganhar apenas uma eleição: a de Sarah Palin de Gravata. Candidata a vice de John McCain, na eleição em que foi derrotada por Barack Obama, Sarah ficou mais conhecida pelas gafes e pelo besteirol do que por idéias relacionáveis a um pretendente a vice-presidente.

Gol contra
Os autores dos ataques mais reacionários na mídia à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Housseff, relacionados à atuação da ex-ministra na resistência armada à ditadura militar, deveriam levar em conta que um dos melhores momentos produzidos por Dilma foi exatamente ao responder à reveladora acusação do líder do DEM no Senado, Agripino Maia, de que quem mentira sob tortura teria propensão a fazer o mesmo na vida pública.

Vidraça
Em tempo: existem não poucas razões para criticar, e com energia, a candidata do PT. Como, por um bom exemplo, por se deslocar até Nova York para participar do beija-mão ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, na cerimônia em que este recebeu o título de Personalidade do Ano, da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Mas, em matéria de interesse dos rentistas, quem não tem personalidade para mencionar qualquer tipo de crítica são os mesmos incomodados com o passado combativo da ex-ministra.

Artigo anteriorBilhete premiado
Próximo artigoEfeito concreto
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ANS determina que planos cubram novos remédios, exames e cirurgias

Novos exames e tratamentos passaram a fazer parte da lista obrigatória de assistência, que deverá ser observada a partir de abril.

Ibovespa futuro sobe no momento, mas com muita cautela

No exterior, Bolsas globais recuam em meio a preocupações com a inflação nos EUA.

IPC-S sobe em seis capitais brasileiras em fevereiro

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na...

Trava política impede recuperação mais forte

Nesta segunda, mercados aqui foram na mesma direção do exterior em recuperação, mas sem mostrar maior tração. 

Sony deixará de vender áudio e vídeo no Brasil

Multinacional japonesa venderá aqui apenas consoles de games importados.