Gasolina e etanol vão além dos 2% e passam a patamares à pré-pandemia

Janeiro encerra com o oitavo aumento consecutivo para combustíveis; diferença de preços para etanol entre regiões brasileiras chega a 11%.