Gasolina está cara! Segue acima de R$ 6,00

No caso do etanol, os postos comercializaram o combustível à média de R$ 5,115, alta de 1,45%.

O último Índice de Preços Ticket Log (IPTL) revela que o preço médio da gasolina se manteve acima de R$ 6, na primeira quinzena de agosto, após novo aumento de 1,03%, em relação ao fechamento de julho. O valor médio pago por litro no país foi de R$ 6,068. No caso do etanol, os postos comercializaram o combustível à média de R$ 5,115, alta de 1,45%.

“Todas as regiões brasileiras apresentaram aumentos tanto no preço da gasolina quanto do etanol. As taxas de alta registradas no Sul e no Centro-Oeste foram acima de 1% para ambos os combustíveis”, destaca Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

A gasolina mais cara foi comercializada na Região Centro-Oeste, à média de R$ 6,201, após o aumento mais significativo do território nacional, de 1,99%, em relação ao fechamento de julho. No Sul, o preço médio do combustível avançou 1,56%, mas o valor por litro foi o menor do País nessa primeira quinzena do mês, a R$ 5,866. Já o etanol mais caro foi encontrado no Nordeste, a R$ 5,371, onde a maior alta foi registrada, de 1,94%. No Centro-Oeste, mesmo com o aumento de 1,63%, o litro mais barato foi comercializado, à média de R$ 4,731.

No recorte por estados, o Rio de Janeiro apresentou a gasolina mais cara do País, a R$ 6,458. Desde o início do ano, é a primeira vez que o IPTL registra o combustível com valor médio mais alto fora do Acre. O estado com o preço médio mais baixo foi o Amapá, onde os postos comercializaram a gasolina a R$ 5,490.

O maior aumento do preço médio da gasolina foi registrado no Distrito Federal, de 4,04% em relação ao fechamento de julho. No Rio Grande do Norte, houve recuo de 1,46%.

O etanol apresentou o valor médio por litro mais alto no Rio Grande do Sul, a R$ 5,870. O combustível mais barato, por sua vez, foi comercializado em São Paulo, a R$ 4,205. No Acre, os postos registraram o recuo mais significativo do País, de 1,12%. O maior aumento foi encontrado no Piauí, de 4%.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

IPC-S recuou em quatro capitais de maio para junho

Segundo a FGV, a maior queda foi registrada no Rio de Janeiro.

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Pedidos de empréstimos recuam e cartão continua vilão

Segmento teve queda de 8,3% no mês de maio.

Últimas Notícias

Semana promete com agenda econômica importante lá fora

No Brasil, os destaques ficam com a percepção de que as rachaduras no Teto de Gastos são irrecuperáveis.

Produção mensal da Tesla bate recorde em junho

A Shanghai Gigafactory da montadora norte-americana Tesla retornou à capacidade total de produção em junho, com a produção mensal da empresa atingindo um recorde, informou no domingo o Shanghai Securities News, administrado pela Xinhua.

Feriado nos EUA deve reduzir liquidez global nesta segunda-feira

Hoje é Dia da Independência no país; na Europa, principais Bolsas operam em alta e na Ásia, fecharam sem direção única.

IPC-S recuou em quatro capitais de maio para junho

Segundo a FGV, a maior queda foi registrada no Rio de Janeiro.

Lei das Estatais: organizações se mobilizam contra possível alteração

Documento enviado aos três Poderes defende diretrizes de governança e conquistas recentes com aplicação da Lei 13.303/2016.