Geladeira

Comentário de um especialista no setor: “Parece que o Plano Estratégico Nacional da Defesa atrasou por causa da celeuma em torno dos fornecedores e da planejada reformulação do serviço militar. O ministro Nelson Jobim teria acusado os lobbies estrangeiros, aliados a grupos pseudo-pacifistas, de procurar torpedear nossa indústria de defesa.”

Padrão global
O marciano que insiste em acompanhar a crise boliviana pela mídia tupiniquim ficou confuso ao assistir ao Jornal da Globo, de terça-feira. Após a reportagem exibir depoimento apenas dos que criticavam a presença do Exército em Pando e apresentar um  perfil quase hagiológico do governador do estado, Leopoldo Fernandez, o marciano ficou curioso em saber o que tão doce criatura teria feito de tão grave para ser preso e atrair as Forças Armadas ao seu território.
Não pode, no entanto, matar a curiosidade. Quando o repórter, enfim, começou a contar que Fernandez era acusado de ser responsável pelo assassinato de 15 camponeses, as imagens da reportagem saíram bruscamente do ar, voltando à redação. A confusão aumentou porque o marciano aprendera que, tecnicamente, o padrão da Globo é um dos melhores no mundo.

Novas tecnologias
A guerra de versões entre apoiadores e adversários do Governo Evo Morales chegou ao You tube. Acessíveis ao clique de qualquer internauta, surgem as versões mais antagônicas para os mesmos acontecimentos. A disparidade de opiniões, enquanto possa confundir o leitor, também serve de contraponto para o discurso monolítico dos meios de comunicação tradicionais sobre a crise.

Inclusão
“Saúde e qualidade de vida da pessoa com deficiência” é o tema da quarta edição do evento que comemora o Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência, celebrado em 21 de setembro. Durante quatro dias a Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR) irá promover ciclo de palestras, feira de exposições e oferecerá diversos serviços à população. A abertura do evento foi nesta terça-feira. Das 9h às 16h desta sexta, portadores de deficiência poderão tirar documentos como identidade, certidão de nascimento, carteira de trabalho e CPF.

Varejo
Após apresentar nova fórmula nos tabletes familiares – chocolates com 100 a 200 gramas -, a Nestlé leva a novidade aos pequenos formatos – Tablete Classic ao Leite 40 gramas, Tablete Classic Duo 40 gramas, Tablete Crunch 35 gramas, além da ampliação da linha Suflair. Segundo dados da Nielsen, o segmento de tabletes de até 100 gramas representa 8% do volume total de chocolates e cresceu mais de 10% em 2007.

Pauta
Lançamento do jornalista Paiva Netto, o livro Pauta (Editora Elevação, 264 páginas, R$ 19,90) indica caminhos para a existência em sociedade e no âmbito pessoal. A obra reúne coletânea de artigos do presidente da LBV publicados em O Sul, de Porto Alegre, e reproduzidos em outros grandes jornais do país e do exterior. Em um trecho, o escritor ressalta: “(…) Em vez de nos matarmos por causa de religião, de ciência, de ideologia, de filosofia, de política, de clubes de futebol, ou o que mais o seja, devemos nos unir ecumenicamente, isto é, sem levar em consideração a crença ou descrença da criatura humana. (…) Esse é o ecumenismo sem fronteiras que pregamos. (…)”. O livro pode ser adquirido no site ww.elevacao.com.br.

Unidos pelas hipotecas
A recessão não apenas chegou à economia real, como afeta já a economia doméstica no seu mais estrito senso. Na Europa, segundo estudo da Associação de Advogados de Família, pela primeira vez em anos diminuiu o número de separações de casais. Unidos pelas dívidas hipotecárias, muitos casais estão pensando por mais tempo sobre as vantagens do divórcio. Em 2007, a Espanha registrou o maior número de separações na Europa: 130 mil casos, ou sete divórcios para cada dez casamentos. Se a tendência fosse mantida, segundo o Instituto de Política Familiar, o país teria mais separações do que casamentos até 2010. Com a crise, porém, as separações entraram em viés de baixa. Embora significativo, o número de 2007 já foi 7,4% menor do que em 2006. E, em 2008, a queda já é de quase 20%.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÚltimo fundamentalista
Próximo artigoO céu é o limite

Artigos Relacionados

Plano B dos bilionários dos EUA

Fuga dos impostos, de Trump e dos bloqueios levam a dupla cidadania.

É a inflação, estúpido

Preços não dão trégua a Bolsonaro em ano de eleição.

Brasil: 3% da população, 6% dos desempregados do mundo

Pode colocar na conta de Bolsonaro–Guedes.

Últimas Notícias

Indústria deve qualificar 9,6 milhões de pessoas até 2025

Segundo a CNI, '79% da necessidade de formação nos próximos quatro anos serão em aperfeiçoamento.'

Gastos com delivery subiram 24% em 2021 ante 2020

Cada brasileiro gastou, em média, R$ 16,21 por refeição fora do lar.

Exportação de sucata ferrosa cresceu 43% em abril

Preços se acomodaram; após pressão forte no mercado em função da guerra e da China, tendência é de normalização no Brasil.

Correspondentes bancários são punidos por irregularidade em consignado

Sidney: 'assédio comercial leva ao superendividamento do consumidor; isso não interessa a ninguém, nem ao consumidor nem aos bancos'.

Inadimplência cresce e atinge 61,94 milhões de brasileiros

Número de inadimplentes no país teve crescimento de 5,59% em comparação a abril de 2021; média das dívidas é de R$ 3.518,84.