General perde posto na Casa Civil para Centrão

Luiz Eduardo Ramos dará lugar ao senador Ciro Nogueira.

O ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos, disse que foi comunicado nesta quarta por Bolsonaro sobre sua saída do comando da pasta para dar lugar ao senador Ciro Nogueira (PP-PI), um dos principais nomes do Centrão.

“Eu não sabia, estou em choque. Fui atropelado por um trem, mas passo bem”, reagiu Ramos, segundo declaração dada ao Estado de S.Paulo.

O jornal informa que o general esteve com o presidente na tarde de segunda-feira, quando Bolsonaro voltou ao Planalto depois da internação em São Paulo. Os dois conversaram longamente, mas Ramos não foi comunicado de que seria demitido dois dias depois.

A comunicação só veio nesta quarta-feira. Ao mesmo tempo, há especulações de que o general da reserva iria para a Secretaria-Geral da Presidência, no lugar de Onyx Lorenzoni. Este, por sua vez, assumiria o Ministério do Trabalho, que seria recriado pelo governo.

A criação de mais uma Pasta e a perda de poder do ministro da Economia, Paulo Guedes, desagradaram o mercado financeiro. Mesmo assim, o dólar fechou a quarta-feira em baixa de 0,76%, cotado a R$ 5,192. A Bolsa de Valores subiu 0,42%, a 125.929 pontos. Durante a manhã, o Ibovespa chegou a passar de 126 mil pontos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Coronel fiscal de eleições dissemina informações falsas

TSE deixa aberta a possibilidade do a pasta indicar outro nome

‘Meu cartão de crédito é uma navalha’

Preços, juros e desemprego altos e queda do poder de compra causam o uso da modalidade crédito.

Cerveja: consumo fora do lar se aproxima de níveis pré-pandemia

Bebedores cresceram 3 milhões em relação à pré-pandemia; venda de vinhos passou de 383 milhões de litros, em 2019, para 501,1 milhões, em 2020.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior