Geraldo maoísta

Até Mao Tse-tung foi escalado por Cesar Maia para ajudar a candidatura Alckmin. O prefeito do Rio, em seu ex-blog, convoca o tucano a ter um mote na campanha, como fazem Heloisa Helena (baixar os juros) e Cristóvam Buarque (Educação). Conclama Maia: “Ousar lutar, ousar vencer, como dizia Mao!”. A frase, mais conhecida no Brasil por ser o brado de Carlos Lamarca, é nome do capítulo 7 do Livro de Citações, mais conhecido como Pequeno Livro Vermelho, com citações de Mao Tse-tung.

Rolando Alckmin
Em um recado mais direto a Geraldo Alckmin, o prefeito do Rio apela para a ironia: “Leia só o que você falou no Jornal Nacional. É sobre emprego. Vê se dá para se entender. Leia outra vez! “Depois de tirar fotos e cumprimentar eleitores, Alckmin foi abordado por um pedreiro desempregado e falou dos planos para criar vagas. É preciso o Brasil fazer as reformas para poder num mundo globalizado ter boa competitividade. O que não pode é a ineficiência do Estado tirar a eficiência das empresas. Esse é o grande desafio. Aí o emprego cresce”, falou Geraldo Alckmin.”

Ausentes
É espantosa a falta de habilidade – não só do Governo Lula, mas dos candidatos à sua sucessão, com raras exceções – ao tratar do tema Varig. Parece que o problema da companhia aérea e seus 10 mil trabalhadores acontece em Marte.

Retrato antigo
É necessário que os empresários façam mobilização pelo Rio sempre, mas atentos ao que vem sendo implementado nos dias atuais. É com essa crítica que o Governo do Rio recebe um estudo da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) e a Federação das Indústrias (Firjan), encomendado ao economista André Urani sobre a “decadência do Rio de Janeiro”. Segundo o governo o estudo é na realidade um retrato antigo do estado, sem levar em conta, por exemplo, a criação do Pólo Gás-Químico, em Duque de Caxias; a ampliação da fábrica da Roche, na Zona Oeste do Rio; o anúncio da instalação da Companhia Siderúrgica do Atlântico (do grupo ThyssenKrupp-Vale), a duplicação da Cosigua e a instalação de uma nova usina da Gerdau, em Itaguaí.

Renitente
“Bancos diante do Código de Defesa do Consumidor” é o tema de seminário que a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) e a Internews realizam nesta quinta, das 9h às 18h, no Maksoud Plaza Hotel, em São Paulo. O seminário é oportuno, principalmente porque parece que a decisão da Justiça sobre o CDC ainda não foi bem compreendida pelos bancos. Na divulgação do evento, as instituições financeiras falam sobre “as posturas dos bancos frente à entrada em vigor do Código de Defesa do Consumidor no setor bancário”. Na realidade, o que a Justiça decidiu é que o CDC é aplicável nas relações do consumidor com os bancos, desde que foi criado – e não somente após a decisão do Supremo.

Manual
A União Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale) lança nesta quarta-feira o Manual das Eleições 2006, que estará disponível no portal www.unale.org.br. O manual informa as mudanças ocorridas com a aprovação da chamada minirreforma eleitoral, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e traz o calendário da campanha.

Sorriso
O Centro Odontológico do Centro Educacional, Cultural e Comunitário José de Paiva Netto, Em Del Castilho, na Zona Norte do Rio de Janeiro, desenvolve o programa Sorriso Saudável. Cm cinco gabinetes dentários e sala de raio X, são atendidas 500 crianças entre quatro meses e 12 anos, além de famílias em situação de risco social que participam dos programas e projetos da LBV. A instituição conta com o apoio de dentistas voluntários, estagiários de universidades e parceiros, entre eles Vitalis Indústria de Alimentos Ltda.

Vírus
Hackers e outros internautas maldosos, sempre ligeiros, já colocaram para circular uma mensagem com um atalho para ver as “fotos do horror no Líbano”. Quem clica no endereço eletrônico traz o caos para seu computador.

Artigo anteriorPara cima
Próximo artigoPromoção
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

ISM Manufacturing teve a maior leitura desde fevereiro de 2018

Expectativa é de melhora continuada dado o avanço da vacinação, bem como o estímulo fiscal projetado para ser aprovado em meados de março.

Rede estadual de ensino do Rio volta hoje às aulas

Alunos terão aulas remotas e presenciais, com turmas em sala de aula em dias alternados em função da pandemia.

Mercado interno sobe seguindo bom humor global

Exterior avança após pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão ser aprovado pela Câmara dos Representantes dos EUA.

Aepet recomenda não migrar para o Plano Petros 3

Petros anunciou que começa em 2 de março o período de opção pelo PP3 para ativos e assistidos dos PPSP-NR e PPSP-R.

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.