Gilberto Gil torna-se imortal da Academia Brasileira de Letras

O grande cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil foi eleito recentemente para a cadeira número 20 da Academia Brasileira de Letras (ABL).

O grande cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil foi eleito recentemente para a cadeira número 20 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Nascido em 1942 no nordeste do Brasil, Gilberto Gil é conhecido por sua contribuição à música brasileira e por ser vencedor de prêmios Grammy Awards, Grammy Latino, entre outros. Em 1999, foi nomeado “Artista pela Paz” pela UNESCO. Numa recente entrevista exclusiva concedida à Xinhua, o músico compartilhou sua filosofia sobre música, política e literatura. Ele contou que iniciou sua carreira tocando acordeon, ainda nos anos de 1950, e cresceu ao som do rádio com sonoridade nordestina.

GILBERTO GIL — MÚSICO E ACADÊMICO

Toda a música popular brasileira desfilava naqueles programas de rádio. Havia também os discos em algumas casas, poucas casas tinham vitrolas, enfim, podiam tocar alguns discos, e a música local, a música campesina, a música do sertão, dos violeiros e cantadores daquela região. Logo cedo eu fiquei muito voltado para aquele mundo da música.

Com a genialidade dos que se adaptam aos novos tempos, com a ascensão da Bossa Nova, Gil passou a tocar violão e, em seguida, a guitarra elétrica, presente em sua obra até hoje. Gil evoluiu com o mundo, e as raízes nordestinas se mesclaram a world music, para criar seu estilo único, que germinou em brilhantes composições que animaram lares de todo Brasil, e de tantos outros lugares do mundo.

GILBERTO GIL — MÚSICO E ACADÊMICO

Houve possibilidade de hibridação, de mistura dessas coisas, dos grandes resíduos, que ainda são muito grandes da tradição, dos modos anteriores de vida cultural, com as novidades culturais, formando novos híbridos, formando novas formas de compreensão das artes, de um modo geral.

Com mais de cinquenta álbuns lançados, Gil incorpora a gama eclética de suas influências, incluindo rock, gêneros tipicamente brasileiros, música africana, funk, música disco e reggae. O álbum “Eletracústico” lançado em 26 de novembro de 2004, venceu o prêmio Polar de Música do ano, concedido pela Academia Real Sueca de Música. O prêmio é considerado o “Nobel da Música Popular”.

Como político, Gil foi ministro da Cultura do Brasil, entre 2003 e 2008, durante partes dos dois mandatos do ex-presidente Lula, que despertou em Gil a dicotomia política, em um período em que as redes digitais eram tecidas pelo mundo.

GILBERTO GIL — MÚSICO E ACADÊMICO.

Maneiras de ouvir as demandas do povo, as demandas da sociedade e atendê-las na medida do possível, então esta é uma dimensão política que é característica de qualquer governante. Então houve como ministro todo esse campo da política, que é natural, e o campo da gestão, propriamente que coincidiu de ser, no meu caso, com um momento de ebulição da vida cultural mundial, da vida especialmente no campo das comunicações.

Gil foi um dos poucos músicos brasileiros que liberou parte de sua obra para ser utilizada nas edições de navegantes das redes sociais. A sua genialidade veio a ser premiada neste ano de 2021, quando foi eleito para a cadeira de número 20 da Academia Brasileira de Letras.

GILBERTO GIL — MÚSICO E ACADÊMICO.

Eu venho agora para a academia representando um destes setores menos clássicos, menos convencionais da vida cultural da academia que é a música, e mais ainda a música popular. A grande representação da minha obra é a canção popular, esta é a minha origem é e onde eu milito, onde eu transito ainda hoje como autor, como criador. Então a academia agora acolhe um cantor da canção popular do Brasil, exatamente o meu caso.

O sucesso de uma carreira brilhante de Gilberto Gil, finalmente veio consagrá-lo aos 79 anos, com a imortalidade.

Leia também:

Gao’an mostra a arte tradicional chinesa em porcelana azul e branca

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China implementará tarifas da RCEP para mercadorias da Coréia

A partir de 1 de fevereiro, a China adotará a taxa tarifária prometida sob o acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), nas importações selecionadas da República da Coréia, conforme um comunicado divulgado pela Comissão de Tarifas Alfandegárias do Conselho de Estado, nesta quinta-feira.

Produto estrela da BGI Genomics é exibido na Pavilhão da China

Os modelos do Huo-Yan Air Laboratory da BGI Genomics, produto estrela de laboratório móvel de teste nucléico da gigante chinesa, foram exibidos na Pavilhão da China da Expo 2020 de Dubai durante 11 a 13 de janeiro.

China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Últimas Notícias

Empresa brasileira de produtos médico-hospitalares cresce 20% em 2021

Faturamento foi de R$ 28 milhões.

Brasileiro buscou mais crédito para compra de veículo

Veículos pesados e motos se destacam

Varejo, petrolíferas e bancos puxam Ibovespa

Siderúrgicas e Vale ficam na contramão do mercado

Uso de cheque cai ladeira abaixo

Avanço tecnológico mudou hábito arraigado da clientela

Covid-19 fecha 478 agências bancárias em SP

500 bancários foram confirmados com covid-19.