Gol

“A nomeação de Luciano Coutinho para a presidência do BNDES foi um gol da ala desenvolvimentista do governo.” A afirmação em ritmo de comemoração foi feita pelo economista Luiz Gonzaga Belluzzo, da Universidade de Campinas (Unicamp) durante a posse do novo presidente do BNDES. Belluzzo e Coutinho são amigos desde os tempos de salas de aula na Unicamp e trabalharam junto no governo Quércia em São Paulo.

Sotaque chapa branca
A proposta do novo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, de transformar o banco no principal financiador de plataformas de exportação de multinacionais, está menos para o modelo asiático dos clusters do que para uma regressão colonial. Pelo menos na Ásia, as empresas exportadoras, constituídas por pesados subsídios e brutal exploração da mão-de-obra, fizeram o país passar da monocultura do arroz para a industrialização avançada e, mais importante, são companhias nacionais.

Soros no álcool
Depois de adquirir boa parte das terras argentinas, o megainvestidor húngaro radicado nos EUA George Soros está de olho no álcool brasileiro. Ele será uma das estrelas do São Paulo Ethanol Summit, evento que acontece nos dias 4 e 5 de junho, no World Trade Center, em São Paulo. O encontro será promovido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) e deverá ser aberto pelo presidente Lula. O ex-presidente FHC será o coordenador de um dos fóruns de debates agendados. Mais informações em www.ethanolsummit.com.br. Apesar do nome, o evento será em português.

Tempo, tempo
Exilado no período da ditadura, Franklin Martins, agora ministro, recebeu na manhã desta quarta a Ordem de Rio Branco, uma das mais importantes comendas do país. A insígnia foi criada em 1963 para comemorar o Dia do Diplomata, em homenagem ao Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira. Também receberam a homenagem a Presidente da Petrobras Distribuidora, Maria das Graças Silva Foster, os governadores da Bahia, Jaques Wagner, e do DF, José Roberto Arruda, os comandantes da Aeronáutica, Juniti Saito, e do Exército, Enzo Peri, entre outros, incluindo a ministra Marta Suplicy, e, em caráter póstumo, o compositor Cartola.

Biodiversidade
Produção de fitomedicamentos em parceria com o setor privado e as iniciativas do Estado que visam a assegurar a integridade territorial da Amazônia serão alguns dos temas abordados no Encontro Empresarial de Biodiversidade Brasileira, realizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Química-Fina, Biotecnologia e suas Especialidades (Abifina). Durante o evento, que acontece no próximo dia 8, estarão presentes o coordenador do Centro de Produtos Naturais da FAR-Manguinhos, Glauco Villas Boas, e o cientista político Hélio Jaguaribe. Será no auditório da Firjan (Av. Graça Aranha, 1, 13º andar, Centro – RJ), a partir de 14h.

Rapidinho
A ejaculação precoce, que atinge 40% dos homens atualmente, será um dos temas do 1º Congresso de Urologia do Rio de Janeiro, que começa nesta quinta e vai até sábado. Cerca de 600 especialistas no assunto estarão reunidos no evento, promovido pela Sociedade Brasileira de Urologia – RJ, para tratar também de temas como transplante renal.

Comando
Com cada vez mais adeptos no cenário empresarial e pesquisas no meio acadêmico, a governança corporativa virou tema de livro organizado pelos professores Ricardo Leal e André Carvalhal, do Instituto Coppead/UFRJ. Governança corporativa: Evidências Empíricas no Brasil será lançado nesta quinta, na Editora Atlas, em Botafogo (RJ). A publicação inclui estudos e testes empíricos de desenvolvidos no país, passando por assuntos como estrutura de controle e propriedade, conselho de administração e valor de empresa.

Hipócritas
Num país em que futuros médicos ingressam na universidade graças a fraudes nas provas, com o uso de “pilotos” que faziam as provas pelos verdadeiros vestibulandos, como comprovou a Polícia Federal, no Ceará, o que esperar da Saúde?

Artigo anteriorLivre&seguro
Próximo artigoGenética digital
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Preço do diesel avança pelo quarto mês consecutivo

Combustível ultrapassou R$ 4 em fevereiro e os dois tipos, comum e S-10, registraram valores acima de todos os meses de 2020.

Antítese da véspera

Ontem o dia foi completamente diferente da terça-feira, em que começamos o dia raivosos, suavizando mais tarde.

Rio fecha bares à noite e adota toque de recolher

Bares e restaurantes agora só podem funcionar das 6 às 17h; em SP, diretor do Butantan defende que estado seja colocado em fase mais restritiva.

PEC emergencial e pedidos por seguro-desemprego

Mercados europeus fecharam mistos na quarta-feira; indicadores da Zona do Euro tiveram desempenho acima do esperado.

Setor de eventos terá parcelamento e isenção de impostos

Projeto foi aprovado pela Câmara e segue para o Senado.