Gol: Dados operacionais de novembro

Opinião do Analista / 15:26 - 13 de dez de 2011

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Gol seguiu aumentando suas tarifas no mês passado, o que impactou positivamente seu yield (valor médio pago por passageiro em cada quilômetro voado) para R$ 0,21, ante R$ 0,19 no primeiro semestre. Ainda assim, a companhia registrou aumento de 3,0% na demanda (RPK) e crescimento de 6% da oferta (ASK). Com isso, a taxa de ocupação caiu para 62,9%, ante 65,2% no mês anterior. A corretora Bradesco destacou a forte queda observada na variação anual, no mercado internacional, se deve: à devolução de 3 aeronaves do modelo B767 que operavam fretamentos internacionais; à descontinuidade da operação para Bogotá na Colômbia; e à depreciação do Real frente à moeda americana. O resultado está em linha com a expectativa da corretora e deve ter impacto neutro sobre as ações da Gol. A Bradesco, assim, continua com recomendação de compra para GOLL4.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor