Governo vendeu R$ 151 bi, mas dívida aumentou R$ 1 tri

1270
Leilão de aeroportos (foto Minfra)
Leilão de aeroportos (foto Minfra)

Durante o Governo Bolsonaro, a União obteve, através de privatização (BR Distribuidora) ou venda de ativos (ações em poder do BNDES, por exemplo), R$ 151,4 bilhões. Para comparar, apenas em 2019 o pagamento de juros da dívida pública somou R$ 285,2 bilhões. Pouco menos do que o dobro do valor arrecadado com a queima de patrimônio público (no caso das ações do BNDES, com suspeita de elevado prejuízo por vender durante a pandemia, quando as cotações das ações estavam em baixa).

Em dezembro de 2018, antes de Bolsonaro assumir, a dívida líquida do setor público (DLSP) atingiu R$ 3,695 trilhões; em março de 2021, pulou para R$ 4,622 trilhões. Uma elevação de quase R$ 1 trilhão.

Tal qual aconteceu no governo de Fernando Henrique Cardoso, a desculpa de que a privatização é uma forma de diminuir despesas e endividamento do Estado não passa de conversa para beneficiar meia dúzia de grupos.

 

Espaço Publicitáriocnseg

Vale trocar?

Trocar nomes de ruas é tarefa complicada. Agora mesmo, em Niterói (RJ), entrou em debate a alteração da conhecida Coronel Moreira César – militar que comandou fracassado ataque a Canudos – pelo do querido humorista Paulo Gustavo.

Também no Rio, Paty do Alferes debate a troca do nome da Praça Manoel Congo – que liderou a mais importante rebelião de escravos no Vale do Paraíba para Pastor João Auto Silva, religioso falecido em janeiro, vítima da Covid. A direção do Instituto Preservale é contra a alteração.

 

Sorriso em dia

A procura por tratamentos dentários durante a pandemia ajudou a rede de implantes dentários Oral Sin a alcançar um faturamento 46% maior no 1º trimestre, comparado com mesmo período de 2020. Em março o crescimento foi de 84%. No ano passado, a rede faturou R$ 484 milhões.

 

Contramão

Anúncio publicado por dezenas de entidades ligadas ao comércio nesta sexta-feira, apesar de levantar uma questão justa, sobre os critérios que definem qual segmento abre ou fecha para combater a pandemia, termina de forma muito infeliz ao afirmar que “não há vacina contra o desemprego e a fome”.

Além de chamar atenção a repentina preocupação com a fome, há a violência de comparar a vacina, que salva vidas, com a manutenção da economia. Ignorar 410 mil mortes pode ser o caminho mais curto para se chegar a 500 mil, mas não é o da recuperação da economia.

 

Rápidas

A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) firmou parceria com o Museu Paranaense (Mupa), e como primeira ação, leva a Curitiba a exposição Educação pela Pedra. A mostra será aberta ao público – presencialmente – neste sábado *** O IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio promove dois webinários em maio. O primeiro, com o tema “Como escalar meu negócio com Franquias?”, será dia 12, às 19h. No dia seguinte, mesmo horário, será a vez de “Empresas Familiares e Futuro: negociação e gestão de conflitos”. Inscrições aqui  *** “O que é diversidade e inclusão e como as organizações se beneficiam disso?” O advogado e professor Andreu Wilson irá responder essa e outras perguntas durante o “Curso de Introdução a Diversidade e Inclusão nas Organizações”, de 11 a 20 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui