‘Gravíssima revelação’ leva à quebra de sigilo de Pazuello

Por considerar como “gravíssima revelação” feita na noite de terça-feira (18) pela TV Globo de que, durante a gestão do general Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde militares escolheram, sem licitação, empresas para reformar prédios antigos no Rio de Janeiro, o vice-presidente da CPI da Pandemia, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou nesta quarta-feira requerimento para que os sigilos bancário e telefônico do general sejam quebrados.

Também pediu que sejam compartilhados com a comissão todos os dados fiscais e telemáticos de Pazuello desde 2020. “E, para isso, usaram a pandemia como justificativa para considerar as obras urgentes”, observou o senador.

Ainda não há data para o pedido ser analisado pelos integrantes da CPI. Há também pedidos de quebra de sigilo telefônico e bancário do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) – apontado como integrante de um núcleo de aconselhamento paralelo ao Ministério da Saúde para ações do governo que dizem respeito à pandemia – e de Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação, que auxiliou nas negociações para aquisição de vacinas da Pfizer. O colegiado também pediu a quebra do sigilo fiscal e bancário de 4 empresas. E ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também está na lista de pedidos.

No mesmo dia do pedido de quebra de sigilo do general Pazuello, o capitão presidente Jair Bolsonaro condecorou o comandante do Exército, general Paulo Sérgio Oliveira, com a honraria Grã-Cruz da Ordem do Mérito da Defesa. Ele foi o único dos comandantes das Forças Armadas a ser reconhecido pelo chefe do Executivo, que também condecorou ministros e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em cerimônia comemorativa dos 22 anos de existência do Ministério da Defesa, atualmente sob o comando do general Walter Braga Netto.

A Ordem do Mérito reconhece os militares das Forças Armadas, forças auxiliares, personalidades civis e instituições civis que tenham prestado serviços relevantes às Forças Armadas brasileiras. A Ordem é composta por cinco graus: Grã-Cruz, Grande-Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro.

Leia também:

Ministério da Saúde viu Coronavac como um ‘cemitério de vacinas’

Artigos Relacionados

Conselheiro de Bolsonaro elogia Suécia sem lockdown

No seu depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, nesta terça-feira, o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), ao justificar ser contrário a...

Anistia Internacional critica criminalização do ativismo social

Jurema Werneck: 'criminalização sempre foi empregada na perseguição de movimentos populares'.

Bolsonaro terá que mostra provas de fraude eleitora

Para obrigar que o presidente Jair Bolsonaro apresente "supostas 'provas' de fraude eleitoral" em dez dias, o partido Rede entrou com um mando de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento

A partir de 5 de julho, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) irá disponibilizar o novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento (SGF)....

B3 acolhe novo fundo gerido pela XP Asset

Aconteceu nesta terça-feira, na B3, o toque de campainha para comemorar o lançamento de mais um ETF (Exchange-Traded Fund), que é um fundo de...

Airbus e chinesa AVIC fazem parceria

Um projeto de equipamento de fuselagem do Airbus A320 foi lançado em conjunto pela Airbus e pela Aviation Industry Corporation of China (AVIC) nesta...

BID lança guia para ajudar na emissão de títulos sustentáveis

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou um guia para auxiliar e fomentar a emissão de títulos temáticos. O lançamento acontece por meio do...

Vivant lança lata comemorativa ao Dia Internacional do Orgulho LGBT

A lata estampa as cores do arco-íris e traduz o posicionamento da empresa sobre o respeito à diversidade.