Grão em grão

O Índice de Serviços de Telecomunicações (IST), criado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para corrigir as tarifas do setor, ficou estável (variação de 0,004%) em fevereiro e acumula alta de 0,584% no ano. No mês, o IST ficou abaixo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que variou 0,410%, mas superou o Índice Geral de Preços (IGP-DI), antigo índice de correção da telefonia, que caiu 0,057%. O risco é que, ao longo do ano, essa diferença, ainda que mínima, se amplie, em prejuízo do consumidor.

Novos rumos
Nesta quarta-feira, neoliberais tupiniquins serão obrigados a ouvir teses que se chocam com suas receitas para a economia, e vindas de um economista da tradicional e ortodoxa Universidade de Cambridge. Para o economista sul-coreano Ha-Joon Chang, diretor-assistente de Estudos sobre Desenvolvimento da instituição inglesa, o Brasil precisa aumentar os investimentos para competir com potências emergentes como China e Índia. Para isso, deve reduzir as taxas de juros, tolerando uma inflação de até 20%. “Chegou a hora de se repensar toda a estratégia”, disse Ha-Joon Chang, que participará de um seminário promovido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. O presidente Lula, que abrirá o evento, terá muito a aprender: o sul-coreano, em sua obra mais famosa (Chutando a Escada) sustenta que os países desenvolvidos só derrubaram suas barreiras depois de se tornarem ricos.

Saúde
Classificada como carne branca, a de frango tem mais colesterol que a bovina: 70mg/100g contra 59mg/100g. Em melhor situação fica a carne de avestruz, que tem apenas 22,7mg/100g, de acordo com pesquisa realizada pelo Departamento de Nutrição da USP/SP para a empresa Avestro S/A. Na corrida pela saúde os mais abonados saem na frente: no Estado do Rio de Janeiro, que responde por 30% da comercialização da empresa, as vendas são maiores na Zona Sul da capital, seguida pela Barra da Tijuca e, fora da capital, cidades da Região Serrana e também Angra e Búzios.

T obrigatório
Enquanto o governo Lula posterga a informação à população sobre alimentos geneticamente modificados, o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), assina nesta quarta o decreto que regulamenta a Lei 14.861/2005, que obriga a rotulagem dos OGMs produzidos ou vendidos no estado e destinados ao consumo humano ou animal ou que tenham algum ingrediente transgênico na sua composição.
De autoria da deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), a lei foi sancionada em outubro passado e prevê que esses alimentos terão obrigatoriamente de ter no rótulo a identificação de transgenia, um símbolo formado por um triângulo amarelo com a letra “T” no seu interior.

Cidadã
Com as presenças do presidente Lula e do ministro da Educação, Fernando , Haddad, começa nesta quinta, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no Rio, o Fórum Mundial de Educação. Tema dessa edição, “Educação Cidadã para uma Cidade Educadora”  será debatido por especialistas brasileiros e internacionais em três conferências: “Educação, Cultura e Diversidade”, “Ética e Cidadania em Tempos de Exclusão” e “Estado e Sociedade na Construção de Políticas Públicas”. As conferências, que se estendem até sexta-feira, serão realizadas no Sesc Nova Iguaçu.
Pela relevância do tema, espera-se que os debates ajudem a sensibilizar o presidente Lula a manter a tesoura da sua equipe econômica afastada das já escassas verbas para a Educação.

Siameses
“PT e PSDB repetem o quadro do Império, quando se dizia: nada mais parecido com um saquarema (conservador) do que um luzia (liberal) no poder.” A análise perfeita é de Luiz Werneck Vianna, que acaba de lançar Esquerda Brasileira e Tradição Republicana (Ed. Revan, 232 páginas, R$ 38).

O caseiro&o ministro
Se metade do que a imprensa expôs ao país sobre a vida privada do casa Francenildo Costa fosse revelado sobre a do ministro da Fazenda, Antonio Palocci – aliás, amplamente comentada nas redações e nos blogs – a turma do mercado tinha um chilique e o PT ressuscitava o discurso do “golpe das elites”.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorChefe
Próximo artigoGarantia

Artigos Relacionados

Por que mexer no ICMS e manter dividendos elevados?

Acionistas ganham em dividendos tanto quanto toda a população perderia com corte no imposto.

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Últimas Notícias

Alta do preço do aço puxa queda no setor de construção

Redução da Tarifa de Importação do Vergalhão do Aço causou discussão no setor.

Três perguntas: NFTs de coleção

Por Jorge Priori.

Por que mexer no ICMS e manter dividendos elevados?

Acionistas ganham em dividendos tanto quanto toda a população perderia com corte no imposto.

Rio, petróleo e prosperidade

Por Ranulfo Vidigal.