Grupo Itaú paga R$ 23 bi em dividendos, alta de 200%

Apesar de polêmicas, Petrobras pagou no 1º trimestre de 2024 28% mais em dividendos e JCP que no ano passado

174
Fachada Itaú (Foto: divulgação)
Fachada Itaú (foto divulgação)

Itaú Unibanco e Itaúsa pagaram, conjuntamente, pouco mais de R$ 23 bilhões em proventos (dividendos + juros sobre capital próprio, JCP) aos acionistas no primeiro trimestre de 2024, valor 200% superior ao pago nos três primeiros meses de 2023.

O banco pagou aos seus acionistas pouco menos do que a Petrobras neste período, com uma elevação de 204% no valor total dos proventos distribuídos. Foram R$ 16,62 bilhões.

A holding Itaúsa também teve crescimento ainda maior, de 235% no período, pagando R$ 6,47 bilhões, ficando na quarta posição do ranking.

Apesar de toda a polêmica envolvendo a retenção no pagamento de dividendos, a Petrobras não só liderou o ranking do primeiro trimestre de 2024 como distribuiu 28% a mais que no mesmo período do ano passado.

Espaço Publicitáriocnseg
EMPRESA20232024CRESCIMENTO 24/23
PETROBRAS13.943.563.778,5017.887.235.369,3628%
ITAU UNIBANCO5.469.038.484,1916.620.236.830,88204%
VALE9.621.147.450,9912.430.291.828,2429%
ITAUSA1.932.336.305,426.467.037.783,65235%
BANCO DO BRASIL3.378.091.850,373.606.844.413,497%
SANTANDER1.714.260.459,943.018.161.565,8476%
BB SEGURIDADE3.757.154.360,002.522.577.012,52-33%
WEG1.363.181.098,621.803.619.036,2232%
Fonte: Meu Dividendo

Apenas oito empresas foram responsáveis por 84% de todos os proventos distribuídos no início deste ano. Depois da Petrobras e do Itaú Unibanco, aparecem Vale, Itaúsa, Banco do Brasil, Santander, BB Seguridade (a única que pagou menos que em 2023) e WEG.

Leia também:

Petrobras: fim do desmonte e dos megadividendos | Monitor Mercantil

No total, os proventos (dividendos + JCP) pagos pelas empresas listadas na Bolsa de Valores no primeiro trimestre de 2024 bateram recorde ao somar R$ 76,7 bilhões, aumento de 49% na comparação com o mesmo período de 2023, que até então detinha o recorde em pagamento de proventos, segundo dados da Meu Dividendo.

Apesar de o bolo total ter crescido, o percentual dos proventos pagos no formato de Juros sobre Capital Próprio teve queda, representando 39% do total dos proventos distribuídos nessa modalidade versus 42% registrado no mesmo período de 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui