Grupo Pinggao vence licitação para maior projeto de energia na África

216

Foto tirada em 8 de novembro de 2018, mostra a recém-expandida subestação Kozienice, próxima a Kozienice, Polônia. O trabalho de expansão e renovação foi executado pela chinesa Pinggao Group Co., Ltd. (Xinhua/Jaap Arriens)

Xinhua - Silk Road

 

Beijing, 14 jun (Xinhua) — O Grupo Pinggao da China venceu a licitação do projeto EPC (Engenharia, Aquisição e Construção) da estação de armazenamento de energia eletroquímica Eskom 80MW/320MWh da África do Sul, nesta segunda-feira, com valor de contrato de 761 milhões de yuans, segundo a empresa.

Espaço Publicitáriocnseg

Sabe-se que o projeto marca o primeiro projeto de armazenamento de energia eletroquímica no exterior do Grupo Pinggao, bem como o maior projeto de armazenamento de energia eletroquímica na África em termos de capacidade.

Financiado pelo Banco Mundial, o projeto está localizado no Matzikama de Western Cape, África do Sul. O conteúdo inclui o projeto, fornecimento, instalação e comissionamento de uma nova estação de armazenamento de energia eletroquímica de 80MW/320MWh e obras de expansão de uma subestação de 132kV.

O projeto atraiu mais de 10 concorrentes do setor de armazenamento de energia dos Estados Unidos, da Espanha, entre outros. O Pinggao Group finalmente superou os outros em resultados da avaliação tanto para padrões técnicos quanto comerciais, conquistando o reconhecimento da empresa nacional de energia da África do Sul Eskom e do Banco Mundial.

Nos últimos anos, o Grupo Pinggao participou ativamente da construção do Cinturão e Rota e veio ganhando uma série de projetos fotovoltaicos e de armazenamento de energia na Europa, Ásia, África e em outras regiões. Fim

Leia também:

Huawei apoiará transição de energia verde no Quênia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui