Guangzhou da China lança primeiro lote de títulos corporativos de C&R

O Porto de Guangzhou concluiu nesta terça-feira a emissão de títulos corporativos no valor de 1 bilhão de yuans (cerca de 148,4 milhões de dólares) para investidores na Bolsa de Shanghai, representando a primeiro lote dos títulos corporativos de inovação científica e tecnológica 2022 para Cinturão e Rota (C&R), informou Shanghai Securities News.

Foto aérea tirada em 17 de julho de 2021 mostra a Área Portuária de Nansha do Porto de Guangzhou, na cidade de Guangzhou, Província de Guangdong, sul da China. (Xinhua/Geng Xinning)

Xinhua - Silk Road
Xinhua – Silk Road

Beijing, 26 mai (Xinhua) — O Porto de Guangzhou (601228.SH) concluiu nesta terça-feira a emissão de títulos corporativos no valor de 1 bilhão de yuans (cerca de 148,4 milhões de dólares) para investidores na Bolsa de Shanghai, representando a primeiro lote dos títulos corporativos de inovação científica e tecnológica 2022 para Cinturão e Rota (C&R), informou Shanghai Securities News.

Com a China International Capital Corporation Limited como o principal underwriter e bookrunner e a Guotai Junan Securities Co., Ltd. como o underwriter conjunto, o título rende uma taxa de cupom anual de 2,78%, no período de três anos. O mesmo está 5,66 vezes mais subscrito.

Marcando o primeiro lote de títulos corporativos “inocação científica e tecnológica C&R” da China, a emissão desta vez é altamente inovadora e exemplar. Os fundos arrecadados serão usados ​​para pagar as dívidas com juros dos projetos de inovação tecnológica da C&R, ajudando a melhorar a construção de portos inteligentes e promover atualizações do setor, por meio da digitalização da cadeia de suprimentos e implementação de novas tecnologias. Espera-se também que a área do Porto de Guangzhou se torne um centro energético de transporte e comércio global ao longo das rotas da C&R.

Nos últimos anos, o Porto de Guangzhou vem se transformando ativamente em um ponto de conexão vantajoso, conectando os países e regiões da C&R. Atualmente, o porto abriu mais de 120 rotas conectando mais de 40 países da C&R, como Índia e Malásia.

A Bolsa de Shanghai também tem tomada várias medidas para apoiar as empresas relacionadas à C&R, utilizando suas funções como provedora de serviços cruciais de infraestrutura financeira do país. Na resposta à estratégia nacional de desenvolvimento orientada para a inovação, e no impulsionamento das atualizações industriais de empresas qualificadas por meio da emissão de títulos corporativos científicos e tecnológicos, a bolsa se empenha a ajudar as empresas a aumentarem suas capacidades de inovação, competitividade e poder abrangente. Fim

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

CMOC gastará US$ 1,826 bilhão no projeto de KFM em Congo

O CMOC Group Limited (603993.SH, 03993.HK) anunciou nesta quinta-feira que investirá cerca de 1,826 bilhão de dólares na fase I do desenvolvimento do projeto da mina de cobre-cobalto de Kisanfu (KFM), na República Democrática do Congo (RDC).

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou nesta sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,5 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

O mercado de pequenos artigos chineses é inaugurado em Dubai

O mercado de Yiwu, um centro de compras para pequenas mercadorias chinesas, foi inaugurado nesta quinta-feira em Dubai, oferecendo uma alternativa de mercado para compradores estrangeiros adquirirem produtos fabricados na China, informou Chinanews.com.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico