Hapvida tem receita líquida de R$ 6,9 bilhões no 4º trimestre

155
Plano de saúde (Foto: Divulgação)
Plano de saúde (Foto: Divulgação)

A Hapvida NotreDame Intermédica fechou o quarto trimestre de 2023 com Receita Líquida de R$ 6,9 bilhões contra R$ 6,5 bilhões do 4T22, alta de 6,7%. Já no acumulado de 2023, a Receita Líquida registrada atingiu R$ 27,4 bilhões, evolução de 10,1% na relação com 2022 (R$ 24,9 bilhões).

O desempenho foi impulsionado pela evolução do ticket médio que alcançou R$ 256,50 no 4T23, ante R$ 231,60 do 4T22, incremento de 10,8%, que reflete a estratégia de recomposição de preços, necessária ao equilíbrio econômico dos contratos, e revisão de portfólio de clientes da companhia, em sua busca por uma carteira mais rentável e sustentável.

Um dos destaques do período foi o índice de sinistralidade.

“Em um período desafiador, tivemos importante melhoria no nosso principal indicador operacional que é a Sinistralidade Caixa – foi o melhor desempenho desde a fusão da Hapvida com a NotreDame Intermédica”, afirmou Jorge Pinheiro, CEO da Companhia. O índice caiu de 74,9% no 1T22, ano da fusão, para 69,3% no 4T23. O resultado do último trimestre representa ainda uma disciplinada redução de 3,7p.p. em comparação com 4T22.

Espaço Publicitáriocnseg

Com a adequada gestão das despesas de vendas e administrativas, também com diluições importantes tanto no trimestre como no ano, o Ebitda ajustado atingiu R$ 950 milhões no 4T23, crescimento de impressionantes 85,5% na comparação com 4T22. A margem Ebitda atingiu 13,7% no último trimestre, uma evolução de 4,5 pontos percentuais contra o mesmo período do ano anterior.

“O bom resultado é fruto de um trabalho orquestrado em duas frentes majoritárias. A primeira focada no controle de custos por meio da verticalização e integração de empresas adquiridas que passaram a rodar na sistemática da Hapvida. A segunda, sustentada por uma política de reajuste de preços, necessários para o equilíbrio financeiro dos contratos, sempre com atenção às elasticidades dos canais da companhia”, completa Pinheiro.

A estratégia de incremento de verticalização e fortalecimento da rede própria fez com que a companhia alcançasse 796 unidades, sendo 87 hospitais, 77 prontos atendimentos, 339 clínicas e 293 unidades de diagnósticos e coleta laboratorial. Ao longo do ano, foram adicionadas 17 unidades provenientes da aquisição da HB Saúde e 32 novas unidades distribuídas por todo o Brasil, incluindo três novos hospitais em regiões-chave. O movimento de expansão, de contínua inovação e de eficiência operacional são compromissos da empresa para garantir o fornecimento de cuidados de saúde de qualidade para seus milhões de beneficiários em todo o Brasil.

A companhia conseguiu, ainda, diminuir sua alavancagem. A dívida líquida passou de R$ 7,1 bilhões para R$ 4,8 bilhões no fim de 2023, o que representa uma redução de 32,5% contra o ano anterior, encerrando o ano com um saudável índice de 1,38x Ebitda Ajustado.

A Hapvida divulgou seus resultados no padrão contábil do IFRS 4, utilizado desde a sua abertura de capital, os quais serão atualizados e divulgados no novo padrão do IFRS 17 nas próximas semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui