Hood Robin

De 2007 a 2011, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, promoveu uma regressão tributária de 84 bilhões de euros. Os dados são de estudo do think tank Terra Nova e do jornal Libération, citados, em artigo no portal Carta Maior, por Flávio Aguiar, para quem Sarkozy fez “uma política redistributiva de renda para os mais ricos”. Esse processo se deu pela redução de impostos, que gerou ganhos extras de 50 bilhões para o setor corporativo e de 34 bilhões para os proprietários de imóveis. Desta última fatia, assinala Aguiar, 19 bilhões foram destinados aos 10% das propriedades mais ricas e 15 bilhões aos 90% restantes.

Maquiagem
De acordo com estudo, ao congelar em 50% a alíquota máxima de Imposto de Renda, Sarkozy permitiu que a dona da empresa de cosméticos L”Oréal, Liliane Bettencourt – forte apoiadora do presidente – obtivesse uma devolução retroativa de 30 milhões de euros. A pesquisa mostra, ainda, o outro lado, das benesses tributárias para os muito ricos, ao sustentar que a relação da dívida pública sobre o Produto Interno Bruto (PIB) da França, hoje em 85%, seria menor do que a alemã (83,5%), caso não houvesse a mega renúncia fiscal promovida por Sarkozy.

Quem paga a conta
Além disso, ao assumir o governo, em 2007, a França tinha uma taxa de desemprego de 7,9%, que saltou para 10% ao fim do seu mandato. Como, na sua campanha, Sarkozy, que domingo deve receber a resposta das urnas, prometera que os franceses trabalhariam menos e ganhariam mais, Aguiar ironiza: “Ou seja, quem trabalha menos, na verdade, são os desempregados.”

Negócios da Baixada
Gerar negócios de R$ 30 milhões para período de 2012 a 2114. Essa é a perspectiva do 9º Encontro de Negócios do Grande Rio, que será realizado pela representação da Baixada Fluminense Área II da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), entre 29 e 31 de maio, na sede do Serviço Social da Indústria (Sesi) de Duque de Caxias.
Presidida por Flávio Abreu, diretor-executivo do Parque Industrial da Bayer em Belford Roxo, a regional da Baixada reúne os municípios de Duque de Caixas, Belford Roxo, Magé, Paty de Alferes, Miguel Pereira, Guapimirim e São João de Meriti, com um Produto Interno Bruto (PIB) total de R$ 36,5 bilhões, que abrigando parques dos setores químico, petroquímico, alimentação, têxtil, logística, transportes, meio ambiente, educação, gráfico, moveleiro, metalurgia, médico hospitalar e energia.

PF no Rio
Cerca de 350 delegados da Polícia Federal de todo o Brasil devem participar do 5ª do congresso nacional da categoria, nos próximos dias 25, 26 e 27, no Hotel Windsor Barra, no Rio de Janeiro. Organizado pela Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), o congresso, que terá como principal tema “A Polícia Federal que o Brasil quer”, reunirá ainda advogados, juízes, juristas, promotores, parlamentares e representantes sociais. Os participantes também vão tratar dos grandes eventos que o Brasil vai sediar, como Copa 2014 e a Olimpíadas 2016.

Autocrítica
Em editorial publicado esta semana, o Los Angeles Times, um dos jornais mais influente dos EUA, admite que a política do governo estadunidense dos últimos 53 anos para tentar isolar Cuba internacionalmente, em particular na América Latina e no Caribe, fracassou. A constatação vem já no título do editorial “Tempo de incluir Cuba”. Prisioneiro dos interesses paroquiais de setores do eleitorado de Miami, no entanto, o presidente Barack Obama, a exemplo de seus antecessores, continua apegado ao modelo fracassado.

Feira
O Ministério Público encaminhou ao Tribunal de Justiça de São Paulo representação do deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) contra o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD). O parlamentar acusa Kassab de “condescendência criminosa” em relação a ilegalidades praticadas na Feira da Madrugada. A denúncia fora protocolada em agosto de 2011. Como Kassab tem foro privilegiado, porém, o MP só pode investigá-lo se houver autorização do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNa chuva
Próximo artigoArmadilha

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.

Scheer Churrasqueiras dobra vendas na pandemia

Empresa lançou 25 itens em sua linha residencial.

RJ terá receita extra de R$ 100 bilhões

Uma receita extra de R$ 100 bilhões nos próximos dez anos é o que prevê o governo do Estado do Rio de Janeiro com...

Forte recuperação do seguro Viagem

O seguro Viagem continua a mostrar recuperação depois de um forte período de quedas devido à pandemia da Covid-19 e às restrições impostas como...