IBC-Br: leitura acima das nossas expectativas

Na comparação de novembro de 2021 com o mesmo mês do ano anterior, houve expansão de 0,43%.

O IBC-Br de novembro teve leitura de 0,69%, ligeiramente acima das nossas expectativas (0,61%) e em linha com a mediana do mercado (0,7%). Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve expansão de 0,43%.

A alta no indicador reflete os crescimentos dos setores de serviços e do comércio varejista ao se sobreporem à queda na indústria, conforme apontado pelos indicadores mensais do IBGE.

Com o resultado de hoje e as revisões do indicador, a atividade econômica mensurada pelo BC encontra-se agora 1,0% abaixo do nível pré-pandemia de fevereiro de 2020. Em comparação a dezembro de 2020, o índice apresenta queda de 0,17%.

Para o quarto trimestre de 2021, o carrego do IBC-Br é de -0,33%.

Apesar da alta, a perspectiva para a economia continua preocupante. O aperto das condições monetárias junta-se ao avanço da variante Ômicron e deve impactar negativamente tanto a indústria quanto serviços.

.

Felipe Sichel

Estrategista-chefe do Banco Digital Modalmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

O que está acontecendo com o Magazine Luiza e a Via Varejo?

Companhias dependem muito de crédito e sofrem com alta dos juros.

Mercados recuam após discurso de Powell

Hoje é dia de agenda sem muitos dados.

Últimas Notícias

Cana: safra começa com qualidade e produtividade inferiores à anterior

Indicadores de qualidade e produtividade em abril são negativos, mas clima pode contribuir para a recuperação.

Ford anuncia venda da fábrica de Taubaté

No ano passado, montadora anunciou o fim de suas atividades no país.

Títulos chineses detidos por instituições estrangeiras diminuem

Instituições estrangeiras diminuíram suas participações em títulos interbancários chineses, segundo um relatório divulgado pela sede do Banco Popular da China em Shanghai.

Operações financeiras de Shanghai estão estáveis apesar da epidemia

O centro financeiro da China, Shanghai, conseguiu manter suas operações financeiras estáveis apesar do recente ressurgimento da COVID-19.

Carga de energia aumentou 2,2% em abril ante 2021

ONS: Subsistema Sudeste/Centro-Oeste registra variação positiva de 4,8%.