“Ici, non”

29

Apenas 1,5 milhão de eleitores franceses, ou menos de 4% do total vão votar nas eleições presidenciais no próximo domingo usando urnas eletrônicas; 59 mil pessoas já assinaram pela Internet uma petição contra o uso do equipamento. O município de Vandoevre-lès-Nancy decidiu abandonar as urnas eletrônicas já adquiridas e voltar a utilizar cédulas eleitorais no pleito presidencial. As informações são do Ex-Blog de Cesar Maia.

Gelada
O Guaraná Antarctica se vangloria por ter induzido o líder da Oposição no Senado, Arthur Virgílio (PSDB-AM), a fazer um discurso, no plenário da Casa, contra a Arckos Biotech, que teria defendido a privatização da Amazônia. A empresa, inexistente, fazia parte de uma estratégia de marketing conhecida como alternate reality games (ARGs), que mistura ficção e realidade. Nada contra a criatividade. Mas, e se uma concorrente ou um hacker criasse um site de notícias ficcionadas anunciando que descobrira coisas que desabonassem a fórmula do Guaraná Antarctica, será que a AmBev reagiria com o mesmo bom humor que não enxergou no senador?

Carta Magna
Uma fundação que agrupará todas as ordens e colégios de advogados de todos os países integrantes da ONU (aproximadamente 170) será criada no próximo dia 26. O brasileiro Paulo Lins e Silva, presidente da União Internacional de Advogados, assinará a ata inaugural da Fundação Carta Magna, em Genebra. Lins e Sinlva acabou de chegar de Lima, Peru, onde presidiu o Senado Internacional dos Presidentes de Colégios e Ordens de Advogados Iberoamericanos, reunindo 15 países.

Taba petista
Em encontro com líderes indígenas, na passagem do Dia do Índio, o presidente Lula admitiu que, em seu primeiro mandato, fez muito pouco para atender às reivindicações desses brasileiros. A confissão era desnecessária. Como comprova a quantidade de celulares com câmeras que exibiram durante a audiência, os índios brasileiros já compreendem suficientemente a política brasileira para saber que, para o cacique Lula, tribo importante é outra: a dos banqueiros.

Fazendo água
Depois de sete acidentes, em menos de um mês, envolvendo embarcações da Barcas S/A nas águas da Baía de Guanabara, o que mais falta para a agência reguladora dos serviços públicos privatizados do Rio de Janeiro examinar com lupa a manutenção ou não da concessão da empresa? Um novo Titanic?

Social
Na próxima quarta-feira, a Faculdade Moraes Júnior-Mackenzie Rio promove a palestra “Panorama da Gestão de Políticas Sociais Brasileiras”, da professora Vânia Dutra, doutoranda em Serviço Social. Será às 10h, no campus da Av. Rio Branco 277, 3º andar. Mais informações: (21) 2220-3380.

Bateu na trave
Em nota no último dia 12, esta coluna alertara que, com a nomeação do economista Gustavo Adolfo Funcia Murgel, egresso do Santander, para substituir Demian Fiocca na presidência do BNDES, o presidente Lula poderia produzir mais um discurso da série “nunca antes neste país um banqueiro foi nomeado para presidir o BNDES”. Quase uma semana depois, com a nomeação de Murgel abatida, aos 45 minutos do segundo tempo, o Santander reduziu sua participação no governo ao ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, e a Mario Gomes Torós, diretor de Política Monetária do Banco Central.

Gente grande
O segmento de artigos de puericultura faturou mais de R$ 960 milhões em 2005, 12% superior ao ano anterior. Os fabricantes de itens para bebês – de mamadeiras e chupetas até grades de proteção e cadeiras para autos – somam mais de 70 empresas no Brasil e geram 2,5 mil empregos diretos. O setor participa da feira Abrin – 24ª Feira de Brinquedos, que começa na próxima segunda-feira em São Paulo.

Fria
Esta coluna não sabe o que é pior: o aproveitamento político, ideológico e financeiro em torno do “aquecimento global” ou o oportunismo de marketing em cima do tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui