Ilha, Barra e Irajá no adeus de maio

Nesta quinta-feira, 31 de maio, três leiloeiros estão colocando à venda, pela melhor oferta, imóveis localizados em três diferentes pontos do Rio de Janeiro. Luiz Tenório de Paula espera boa disputa para entregar um apartamento de três quartos,  eom as dependências de praxe, somando 103,00 metros quadrados e direito a três vagas na garagem. Situado no terceiro andar do edifício “Jóia de 2006”, que tem como endereço a Rua Cambaúba, 1.258, Jardim Guanabara, Ilha do Governador,  a residência oferecida por De Paula poderá ser adquirida às 15 horas desta quinta no átrio do Fórum da Ilha. Mais informações pelo tel: 2524 -0545.
Rômulo Guerra e Silas Barbosa são os outros dois apregoadores que se despedem de maio com  vendas de segunda praça, isto é, partindo da metade do valor inicial dos imóveis, que ficam na Barra da Tijuca. No átrio do Fórum desta capital – Av. Erasmo Braga, 115 -, no mini auditório criado para as sessões de lances, Guerra estará presente às 15 horas, tendo como atrativo um apartamento de três quartos (um suíte), com direito a duas vagas para carros de passeio, situado no 16º andar do edifício “Queen Victoria”, integrado ao Condomínio Alfa Barra. Na mesma ocasião, Romulo Guerra vai ouvir a melhor oferta por um apartamento de frente que fica em um condomínio da Av. Brasil, 17.191, em Irajá. Para saber tudo sobre esses imóveis basta ligar para o escritório do leiloeiro: 2532-3032.
Também no Fórum do Castelo, Silas Barbosa  tem encontro marcado com o público, às 16:30 hrs. Vai apregoar um apartamento de quatro quartos, duas varandas e três banheiros, além dos complementos normais, que faz parte do Condomínio Mar de Itaúna, localizado na  Av. Luiz Aranha, 820/601, na Barra. Informações pelo tel: 25-33-0307.

Junho começa bem
Sandra Aôr inicia o segundo semestre de 2007 com um leilão de melhor oferta por um apartamento de 103 m2 que tem como endereço a Rua Guajaratuba, 120/101, no bairro da Tijuca, dividido em sala, três quartos, banheiros social e de empregada, cozinha. O prédio é de três andares e só dois apartamentos em cada um.  A leiloeira receberá os lances no espaço reservado para isso no Fórum do Castelo, às 13 horas desta sexta-feira, dia primeiro.
No dia 4, segunda-feira próxima, Gustavo Lourenço e Jonas Rymer também comparecem ao mini auditório do Fórum carioca para baterem o martelo nas mesmas condições: levam os imóveis quem der mais acima da avaliação que foi diminuída em 50%. Lourenço tem para vender um apartamento do Real Residence Hotel, que fica na Avenida Princesa Isabel, 500, onde o Leme faz limite com Copacabana. De frente, medindo 74 metros quadrados e situado no 11º andar do edifício que tem características de apart-hotel (restaurante, lavanderia, salão de beleza, lojas, saunas, piscina, salões  para ginástica e para eventos e estacionamento), a unidade residencial é composta de sala, dois quartos, dois banheiros, cozinha e varanda e estará sendo leiloada às 14 horas.
Às 14:40 entra em ação Jonas Rymer, que oferecerá oportunidade de aquisição de um apartamento de dois quartos (um suíte) que se localiza na Tijuca, exatamente na principal via do bairro, a Conde de Bonfim, número 80. O edifício é de construção moderna, com dois níveis de estacionamento, um deles de uso rotativo – que dá acesso a 35 vagas – e tem três lojas no térreo. O comprador vai contar com salão de festas e play-ground.
Informações pormenorizadas sobre esses imóveis pelos telefones a seguir: Sandra, 2532-9443; Gustavo Lourenço, 2220-0863; e Jonas Rymer, 2532-2266.

Recordar é bom
Uma experiência que deu certo, mas não continuou nem foi tentada depois por outros desses profissionais, aconteceu no final da década de 70 ou início da de 80 e mereceu  ampla cobertura da imprensa na época. Juntaram-se três conhecidos leiloeiros do Rio de Janeiro – Sebastião Brígido de Lemos, Jorge Roberto Pessoa dos Santos e Hélcio de Mello Soares – e, sediados no Edifício Avenida Central, ponto de referência dos mais conhecidos do centro da cidade, lançaram uma programação ousada para atrair os homens de negócios (e mulheres idem) e executivos após o expediente e antes do jantar. Sob a denominação de “Leiloeiros Associados”, os três apresentavam finas peças antigas e obras de arte de todos os tipos, entre às 18 e 22 horas no máximo, sempre acompanhadas ou precedidas de um estimulante coquetel. Lemos (que foi o primeiro apregoador da Bolsa de Arte, no começo dos Anos 70), Pessoa e Hélcio Soares – estes já falecidos -, conseguiram conquistar um público  que não tinha hábito de freqüentar os leilões de arte noturnos da Zona Sul, mas que aprovou e prestigiou, enquanto durou, a programação vespertina dos “Leiloeiros Associados”.Será que hoje em dia uma iniciativa como essa daria certo?

Exposições – Rio e São Paulo
Dia 4, segunda-feira, abre-se ás 20 horas, na galeria de arte do Instituto Brasil-Estados Unidos, sito à Avenida N.S. de Copacabana, 690, 2º andar, a mostra de fotografias de três artistas:  Joana Traub Esekö, Mario Camargo e Paulo Barreto. Denominada “FotoRio 2007”, a mostra será encerrada no dia 29 de junho. Considerando a cotação de trabalhos fotográficos nos leilões de Nova York, Londres, Paris e outras partes do mundo, inclusive aqui no Rio de Janeiro, há um belo futuro esperando pelos que optaram pela máquina em detrimento de telas, tintas e pincéis.

Acaba no dia 3, domingo, a exposição “Terra, Vida & Natureza”, com obras da artista plástica Bia Doria, que se realiza na Avenida Europa, 218, Jardim Europa, em São Paulo. “As esculturas de Bia Doria são elaborações espaciais a partir das formas da natureza”, adianta o convite para a mostra e logo se compreende o processo de criação vendo as belas reproduções de duas de suas peças. “Bia Doria pesquisa há muitos anos as formas naturais e as características da vegetação brasileira e com esses elementos – formas e qualidades específicas da natureza – constrói esculturas que se apropriam do espaço e nos remetem ao universo imaginário das formas originais, nas quais somos capazes de reconhecer a memória do Paraíso”, conclui o crítico de arte Jacob Klintowitz

Ledy Gonzalez

Artigos Relacionados

Mansão na Praia de São Francisco

Imóvel tem dois andares, em terreno de 2,3 mil m², com vista para a Baia de Guanabara.

Bancos vendem mais de 100 imóveis

Com lances a partir de R$ 38 mil, pagamento pode ser realizado à vista ou financiado.

Plataforma Os Leiloeiros no Linkedin

Iniciativa visa evitar fraudes e garantir informações autênticas e confiáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.