Imagem

A atividade de assessoria de imprensa está em alta no Brasil. Pesquisa da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) junto às empresas nacionais constatou que a maioria investe pelo menos R$ 10 mil por mês em projetos e  ferramentas que variam dos tradicionais clippings  a softwares. Como em alguns casos as assessorias funcionam mais como relações públicas, os números revelam que, à falta de conteúdo, os clientes optam pela propaganda.

Troca
“O Mercosul (principalmente o Brasil) está abrindo generosamente vários segmentos (bens industriais, transportes marítimos, seguros, serviços financeiros e de telecomunicações, compras governamentais etc.) e em troca recebendo ganhos condicionados a cotas. Além disso, as cotas que os europeus oferecem têm volumes menores do que o que já exportamos para eles. Na carne, nos oferecem cotas de 160 mil toneladas, quando hoje exportamos para eles 275 mil toneladas.” A crítica foi feita pelo secretário de Relações Internacionais da Central Única dos Trabalhadores (CUT), João Vaccari Neto, ao ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim.
“Não seria melhor e mais prudente negociar primeiro os temas de acesso a mercados na OMC, na qual o Brasil pode atuar com mais força em articulação com o G20 e países de maior peso como a Índia e a China, podendo conseguir cotas para os produtos do agronegócio talvez até maiores e mais favoráveis?”, indaga o líder sindical.

Soltar a franga
Diversas organizações sociais se reunirão no Rio, neste sábado, às 12h, em frente ao Copacabana Palace, para uma criativa e irreverente manifestação. Sob o lema Não Trocamos Frango e Soja por Soberania, os manifestantes pretendem espalhar frangos e milho na entrada do hotel, onde, no mesmo horário, vão se reunir ministros do Mercosul para estudar a contraproposta da União Européia (UE), no último dia 29, a respeito do acordo que está sendo negociado entre os blocos.
Segundo os organizadores do protesto, o acordo, mesmo antes das modificações feitas pela UE, era extremamente prejudicial aos países do Cone Sul, devido a propostas como a abertura do mercado latino americano a serviços, finanças e bens de maior valor agregado europeus em troca de abertura, com muitas restrições, para exportações agrícolas do Mercosul. Os manifestantes acusam o governo brasileiro de conduzir as negociações sem participação da sociedade, do Legislativo ou da imprensa.

Oposição
Enquanto o PT flerta com Paulo Maluf, o presidente da Fundação Milton Campos, deputado Francisco Turra (PP-RS), do mesmo partido de Maluf, defende junto à Executiva Nacional do PP a proposta de a agremiação passar à oposição ao governo Lula: “Estamos perdendo força política diante da falta de consistência e determinação do partido”, afirma Turra, que defende que o partido apoie a oposição contra os candidatos do PT nas cidades do Rio Grande do Sul em que haverá segundo turno, como Porto Alegre, Pelotas e Caxias do Sul.

Investigação
O advogado do Diretório Municipal do PT de Paracambi (RJ), Welson Couto Ferreira, encaminhou ao juízo eleitoral do município ação pedindo investigação sobre denúncias de abuso de poder econômico, incluindo pagamento de boca de urna e de compra de votos nas eleições do último domingo. A acusação pesa sobre a eleição do Dr. Flávio, do PL. Segundo o PT, foram juntados depoimentos, agenda com nomes e os valores pagos e comprovantes de votação retidos para posterior pagamento aos eleitores. O que se sabe de concreto é que, até há pouco mais de três meses, poucas pessoas em Paracambi conheciam o Dr. Flávio, que começou a aparecer em outdoors no Dia dos Namorados.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHerança
Próximo artigoPasseio

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Acusações de palhaça e possível ação da CVM fazem ação da TC desabar

Papéis chegaram a recuar mais de 25% no pregão desta quinta-feira.

Aqui, na terra, a coisa está preta

Por Paulo Alonso.

Setor público registrou superavit de R$ 358 bi em 2021

O setor público brasileiro registrou um superavit orçamentário de R$ 358 bilhões em 2021, resultado que deriva dos cerca de R$ 6,3 trilhões em...

Triste realidade

Em cada 4 bairros do Rio, 1 tem milicianos ou traficantes

Pré-candidatura de Ceciliano ao Senado ganha apoio na Região Serrana

Prefeito do PSB vira as costas para candidato do partido.