Imenso Brasil

De volta dos Estados Unidos, o conselheiro editorial e amigo Maurício Dias David revela suas primeiras impressões: “Os EUA me...

De volta dos Estados Unidos, o conselheiro editorial e amigo Maurício Dias David revela suas primeiras impressões: “Os EUA me parecem estar a caminho de ser um grande Brasil. É só abrir o Washington Post ou o The New York Times e parece que estamos lendo O Globo: diatribes diárias e ódio virulento contra o presidente (Temer? Trump?). Sinceramente, ainda não entendo como depois da campanha diária de ódio o Donald ainda não foi alvejado por um louco daqueles; estou convencido de que já, já o será.”

Um medidor da decadência acelerada dos Estados Unidos: o país – que tinha redes de livrarias fabulosas tais como a Barnes & Noble – hoje, a cada vez que passo por Washington ou Nova York, constato horrorizado que a cada dia mais e mais livrarias são fechadas. O campeão do massacre cultural: o dono da Amazon e do Washington Post, Jeff Bezos, a maior fortuna dos Estados Unidos e arqui-inimigo de Trump”, prossegue.

MDD tampouco está otimista com seu retorno: “Dante, italiano ilustre, disse em dos cânticos do Inferno: ‘Vós que aqui entrais, deixai aqui toda a esperança’. Estaria se referindo premonitoriamente a um brasileiro retornando nos dias de hoje ao nosso querido Brasil?”

 

Caixa-preta

O Ministério da Fazenda, acreditem, pode estar correto ao bater pé sobre o programa Rota 2030, de benefícios às montadoras de automóveis. Empresas que investirem em pesquisa e desenvolvimento terão direto a créditos tributários, mas poderão utilizá-los só no pagamento de Imposto de Renda e CSLL.

A Anfavea queria ampliar o abatimento para outros impostos e contribuições. Por que? Porque, como boa parte das montadoras está com prejuízos acumulados nos últimos anos, não está pagando impostos sobre os lucros. Daí, não terão onde compensar.

Não se trata apenas de uma questão conjuntural, perdas em razão da crise que abateu boa parte das empresas brasileiras. O que acontece é que a contabilidade das montadoras – todas grandes multinacionais – é uma caixa-preta, e não se sabe onde terminam os prejuízos e começam as transferências de lucros para as matrizes. Não à toa, apesar da lei, as empresas do setor resistem a tornar públicos seus balanços.

 

Meu pirão primeiro

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) conseguiu na justiça uma liminar que limita o reajuste nas tarifas do Sedex e do PAC adotado pelos Correios.

Todos criticam os prejuízos do Estado, mas na hora de praticar preços compatíveis com os serviços, a chiadeira é geral.

 

Emmanuel Blair

O presidente da França, Emmanuel Macron, está se candidatando a novo poodle dos EUA?

 

Rápidas

A Fiesp divulga nesta sexta-feira o resultado do Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria em março e o Sensor, com as perspectivas econômicas dos empresários em abril *** Os 130 anos da abolição da escravidão no Brasil serão lembrados no II Seminário Internacional – Histórias do Pós-Abolição no Mundo Atlântico, que será realizado entre 15 e 18 de maio. Inscrições: https://posabolicao.wixsite.com/iiseminario *** No próximo dia 29, o médico Luis Fernando Correia e a jornalista Mariza Tavares lançam o livro Será que pode ou faz mal?, às 16h, na Livraria Travessa do Shopping Leblon *** A mudança nas contratações de trabalho no Brasil será discutida em um evento promovido pela Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), no Rio de Janeiro, no próximo dia 9, com a presença do ministro do Trabalho, Helton Yomura.. O encontro será no Radisson Hotel, na Barra de Tijuca, e tem inscrições gratuitas e limitadas pelo e-mail: [email protected] *** Até 31 de maio, o West Shopping recebe a exposição Zona Oeste em Cores, da artista plástica e designer Cândida Ferreira, no Espaço Multiuso/Cultural *** O Riocentro ganha o Pavilhão das Artes, que abriga a maior exposição permanente indoor de arte de rua da América Latina. Opa, outdoor em espaço interno? Explica-se: são 1.752m² de painéis pintados por sete artistas plásticos do Brasil *** A Marinha abriu concurso público para ingresso no Quadro Técnico do Corpo Auxiliar (CP-T). São 27 vagas em Ciências Biológicas, Comunicação Social, Direito, Informática, Oceanografia, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social e Segurança do Tráfego Aquaviário (Engenharia Naval e Ciências Náuticas). As inscrições podem ser feitas até 10 de maio no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br

 

 

 

 

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico