Inadimplência no saneamento vai de 2% a 42%

Governo, que dará auxílio bilionário a elétricas privadas, nada fala sobre empresas de água estaduais.

A Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe), cujas empresas cobrem 70% da população urbana no Brasil, verificou uma inadimplência média aproximada de 19,89% após a crise, com percentuais variando de 2,06% a 42,06% (6 empresas com percentual abaixo de 10%, 7 empresas com percentual entre 10 e 20% e 8 empresas com percentual superior a 20%).

Essa situação tem o potencial de gerar um círculo vicioso: reduções importantes nas receitas das companhias aumentam o risco para uma prestação de qualidade de serviços essenciais para o combate à pandemia da Covid-19, especialmente para a população mais vulnerável”, adverte Gustavo Méndez, especialista de água e saneamento no escritório do BID no Brasil.

Interessado em privatizar o setor de saneamento, o Governo Federal só fala em ajuda – de R$ 14 bilhões – às empresas de energia elétrica. A Light, distribuidora no Rio de Janeiro, já divulgou fato relevante anunciando a adesão ao programa de ajuda.

 

Renda permanente

Os presidentes da Força Sindical, CUT, CSB, UGT, CTB e NCST comandarão ato em frente ao Ministério da Economia, em Brasília, nesta quarta-feira, às 11h. Os dirigentes apresentarão documento elaborado pelo Fórum das Centrais Sindicais com propostas para preservação da vida, geração de emprego, renda básica permanente, além de agenda à retomada da economia.

Os sindicatos e militância das centrais serão convidados a participar do ato, de forma virtual, por meio do Manif.app, ferramenta criada na França e utilizada para manifestações durante a pandemia. Pelo aplicativo, é possível criar um avatar, que aparece no local do protesto, em tempo real.

 

Contra o feiticeiro

Um sorteio acabou mostrando que a chamada MP do Flamengo pode ter aspectos positivos, mas precisa de muitos ajustes, no mínimo. A medida provisória determina que apenas o clube mandante do jogo tem os direitos de transmissão da partida.

Ao ser sorteado mandante da final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, nesta quarta-feira, o Fluminense poderia negociar os direitos (não o fez por um respeito acima do normal à Rede Globo, que desistiu da transmissão); ao Flamengo, resta chupar o dedo. Ou não, pois já recorreu à justiça para transmitir a partida, indo contra a MP que defendeu junto a Bolsonaro.

A MP pode abrir portas para os clubes largarem as imposições da Globo, mas não parece solução, pois uma partida tem jogadores – e direitos de imagem – dos dois lados do campo. Além disso, houve em tempos recentes opções ao monopólio global; os dirigentes dos clubes é que preferiram não aproveitá-las.

 

Guedes ficaria?

Perguntado no Roda Viva sobre mudança na economia em relação a Bolsonaro, Haddad falou sobre pandemia, até ser interrompido por outra pergunta e desviar do assunto. Após intervalo, a questão sobre economia voltou. Haddad discorreu sobre “gastar bem” e “qualificar gestão pública”.

 

Rápidas

Solucionar problemas de forma inovadora é um dos lemas do Design Thinking, curso que a Escola de Inovação e Políticas Públicas (EIPP) da Fundação Joaquim Nabuco oferta, ministrado pela instrutora Camila Medeiros, da Enap. O início será no próximo dia 14, das 9h às 12h, e as inscrições podem ser feitas aqui *** A Align Technology doou 32 mil protetores faciais a hospitais do Brasil *** A Aasp realiza nesta quarta-feira, às 17h, o webinar “Processo administrativo previdenciário e o Conselho de Recursos da Previdência Social”. Inscrições aqui *** Nesta quarta-feira, às 19h, a consultora de desenvolvimento organizacional e humano Dayse Gomes, CEO do Carreira Bistrô, conversa com o PhD em Gestão de Risco de Informação Yann Duzert em live comemorativa pelos 10 anos da consultoria, no Instagram (@carreira_bistro) *** Com transmissão pelo canal TVIAB no YouTube, o 1º Encontro Jurídico dos Representantes Estaduais do IAB será realizado de quarta a sexta-feira. O tema central é “Desafios do Direito pós-pandemia” *** O Laboratório de Estudos Institucionais (Letaci) realizará nesta quarta-feira, às 17h, o webinário “Federalismo Fiscal e Covid-19, que será transmitido pelo YouTube e Facebook.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Arrecadação atípica de exportação de commodities turbina receita

Tributos alcançam quase R$ 1,2 tri em 8 meses e batem recorde.

Indústria da hipertensão e diagnóstico por imagem movimentará R$ 22 bi

Foram realizados cerca de 55,6 milhões de procedimentos ambulatoriais e hospitalares.

Receita apreende mercadorias piratas avaliadas em R$ 1 milhão

Foram apreendidos na operação 170 volumes de mercadorias englobando videogames e acessórios, roteadores, entre outros.

Prorrogada a CPI dos royalties do Rio por 30 dias

Prorrogação do prazo se deve à complexidade da matéria e aos vários documentos requisitados que ainda estão sendo recebidos pela comissão.

Governo dos EUA se prepara para paralisação na semana que vem

Em outra frente de luta, líder democrata Nancy Pelosi anuncia acordo sobre pacote de Biden.