Índice Nacional de Custo da Construção sobe 0,64% em janeiro

Com resultado, índice acumula alta de 13,7% em 12 meses; confiança do setor recua 3,9 pontos em janeiro, menor nível desde junho de 2021.

O Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) variou 0,64% em janeiro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice registrou taxa de 0,30%.

Com este resultado, o índice acumula alta de 13,7% em 12 meses. Os dados foram divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Em janeiro de 2021, o índice subiu 0,93% no mês e acumulava alta de 9,39% em 12 meses. A taxa do índice relativo a materiais, equipamentos e serviços passou de 0,49% em dezembro para 1,09% em janeiro. O índice referente à mão de obra variou 0,14% em janeiro, contra 0,10%, em dezembro.

Segundo a pesquisa, no grupo materiais, equipamentos e serviços, a taxa correspondente a materiais e equipamentos subiu 1,05% em janeiro, após variar 0,48% no mês anterior. Dois dos quatro subgrupos componentes apresentaram acréscimo em suas taxas de variação, destacando-se materiais para estrutura, cuja taxa passou de -0,45% para 0,66%.

“A variação relativa a serviços passou de 0,57% em dezembro para 1,28% em janeiro. Neste grupo, vale destacar o avanço da taxa do item taxas de serviços e licenciamentos, que passou de 0,00% para 4,81%”, diz o Ibre.

A taxa de variação referente ao índice da mão de obra variou 0,14% em janeiro, ante 0,10% em dezembro.

Já o Índice de Confiança da Construção (ICST), também medido pelo Ibre, caiu 3,9 pontos em janeiro, para 92,8 pontos, menor nível desde junho de 2021 (92,4 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice recuou 1,1 ponto.

A queda do ICST no mês foi resultado da piora na percepção dos empresários sobre momento atual e nas expectativas em relação aos próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA-CST) caiu 2,1 pontos, para 90,7 pontos, menor nível desde julho do ano passado (89,4 pontos). A queda do ISA-CST foi influenciada tanto pela piora do indicador de carteira de contratos, que recuou 2,4 pontos, para 91,4 pontos, como pela piora do indicador que mede a situação atual dos negócios, que recuou 1,9 ponto, para 90,1 pontos. Ambos retornam ao menor nível desde julho de 2021.

O Índice de Expectativas (IE-CST) caiu 5,8 pontos, para 95,0 pontos, menor nível desde maio do ano passado (89,9 pontos) e retorna a patamar inferior ao nível neutro. Esse resultado se deve à uma deterioração das perspectivas sobre a demanda nos próximos meses. O Indicador que mede a demanda prevista recuou 6,6 pontos para 96,4 pontos, e o indicador que projeta a tendência dos negócios nos próximos seis meses diminuiu 4,9 pontos, para 93,6 pontos, menor nível desde maio de 2021 (90,5 pontos).

O Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da construção recuou 1,5 ponto percentual (p.p.), para 74,9%. O Nuci de mão de obra e Nuci de máquinas e equipamento contribuíram negativamente, com variações de -1,2 e -1,1 p.p., para 76,3 %e 68,7%.

O indicador de evolução recente da atividade também registrou queda em janeiro. No entanto, ainda se mantém acima 100: desde julho de 2021, há mais empresas da construção que reportam crescimento da atividade do que diminuição. Mas a despeito da queda mensal do indicador consolidado, houve aumento das assinalações de crescimento em dois importantes segmentos: edificações residenciais e obras viárias.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia também:

Confiança do empresário do comércio sobe 1,4% em janeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Votação sobre cobrança de mensalidade em universidade pública é adiada

CCJ decidiu fazer uma audiência pública sobre a PEC 206.

Taxação de refrigerantes é aprovada em comissão do Senado

Senadores querem aumentar a taxação como forma de combater obesidade infantil e diabetes.

Reduzir alíquota de ICMS não aliviará preço de combustíveis

Política equivocada do governo pode levar a falta de diesel.

Últimas Notícias

Solidus Aitech arrecadou mais de US$ 10,5 mi de fundos com tokens

Serviço de computação de alto desempenho (HPC) quer 'democratizar a IA'.

Pão pita tradicional poderá ser feito em escala industrial

Novo sistema é capaz de produzir até 1.000 quilos/hora de pita.

Policiamento reforçado em terreiros de umbanda e candomblé de Itaboraí

Terreiros foram ameaçados por pastor evangélico em show gospel.

Rodoviária do Rio inicia a 24ª Campanha do Agasalho

Desde a 1ª edição, em 1999, quase 1 milhão de peças já foram doadas.

Votação sobre cobrança de mensalidade em universidade pública é adiada

CCJ decidiu fazer uma audiência pública sobre a PEC 206.